Faça sua doação

TAL é marcado por palavras sobre identidade, limitação e engano

Área de Conteúdo

TAL é marcado por palavras sobre identidade, limitação e engano

TAL é marcado por palavras sobre identidade, limitação e engano


TALMilhares de jovens decididos a transformar e ganhar vidas para o Reino de Deus, marcaram presença no Campus Arena, em Brasília, nesta quinta-feira (26). O feriado foi marcado pelo tradicional TAL, Treinamento Avançado de Líderes, que reúne pessoas de diversas partes do Distrito Federal para receber direcionamentos para suas equipes e células. A banda Arena Louvor e os Bispos Lucas e Priscila Rodovalho Cunha iniciaram o momento de louvor e ministração, conduzindo os presentes a intensos momentos de reflexão e adoração. 

Na primeira pregação da manhã, Bispo Robson Rodovalho falou sobre o tema “Quem é você?” e indagou aos presentes: “Até onde você vai pela causa de pregar o Evangelho de Deus? Os nossos líderes hoje são tão frágeis e tão leves. Problemas pequenos vocês mesmo resolvem, os grandes param aqui em cima. Qual a sua estrutura? Você está disposto a sofrer e aguentar quanto? Você tem sido um líder raso e totalmente contaminado pelo pós modernismo, que é a cultura da sua felicidade, da sua vida, de curtir e aproveitar?”. Destacou também que é preciso ser líder da cruz, estar disposto a se sacrificar, acordar mais cedo, dormir mais tarde e de se deixar ser espichado. 

Na sequência, Bispa Lúcia Rodovalho ministrou sobre limitadores do crescimento e disse que a liderança tem a ver com o seu relacionamento com Deus, com a Palavra, com o seu relacionamento com seus liderados e com seus momentos de oração. Questionou aos presentes sobre “O que limita a sua vida? O que limita a sua liderança?”. “Todos nós temos limitadores, temos o que chamamos de tampa, aquilo que faz pressão para baixo, mas o líder é maior que isso, é aquele que recebe a pressão de Deus interior e remove todas as tampas. Ninguém nasce um líder perfeito, pronto. Todos nós somos trabalhados no dia a dia”, disse.

Durante sua preleção, destacou diversas atitudes erradas que os líderes cometem com seus liderados e que devem ser corrigidas. Entre as situações cotidianas da liderança citou o abuso de autoridade, humilhar as pessoas, não elogiar os discípulos e não dar atenção a eles, fazer dos discípulos seus servos pessoais e ser um líder centralizador. “Na relação líder e liderado é preciso tomar cuidado com o abuso de autoridade. Você perde o seu lugar quando abusa da sua autoridade. Quando usa dela para humilhar os outros. Você não está servindo quando está humilhando.Você acha que está fazendo certo porque foi assim que te ensinaram em casa, seus pais falavam alto, gritavam e te xingavam, mas isso não te ajudou em nada. Se você estiver em uma fase difícil, fique em casa. E mais é errado ser centralizador. O verdadeiro líder delega, ele não é delegado. Divida o fardo”, afirmou. 

Após as pregações, o pastor e deputado Rodrigo Delmasso prestou homenagem aos Bispos Lucas e Priscila Rodovalho Cunha e em nome da Câmara Legislativa de Brasília entregou aos dois os certificados de Cidadãos Honorários de Brasília. “É pouco, mas é com todo o coração e carinho que fazemos isso para vocês. Hoje vocês fazem por Brasília um exemplo para o Brasil”, disse Delmasso. 

Bispo Lucas afirmou que este momento não tem preço. Bispa Priscila também agradeceu: “Obrigada pelo reconhecimento, por poder estar aqui e servir. É o mínimo que podemos fazer. Oro todos os dias e peço a Deus que a paixão nunca acabe. Temos um sonho que é transformar Brasília e a missão da política é nossa”.

Dando sequência a primeira pregação da tarde, Bispa Priscila Rodovalho Cunha pregou sobre limitadores do crescimento e disse: “Todos nós queremos crescer, mas precisamos verdadeiramente estar inteiros na missão. Não tem como estar envolvido e estar somente 70% envolvido. Algumas pessoas se dizem envolvidas, mas não identificaram seus limitadores. Identifique aquilo que está te impedindo de crescer.  As vezes nós sabemos o que limita o nosso discípulo, mas quando ele próprio entende e identifica suas limitações, as coisas começam a fluir. Muitas vezes você está acomodado e acostumado com os seus resultados”.

Bispa Priscila ensinou também que além dos medos,  a estrutura emocional também é um limitador de crescimento. Indagou aos presentes: “Quanto você aguenta de pressão?” Usando os exemplos de Jaco e José do Egito, afirmou que eles foram grandes exemplos de estrutura emocional e ressaltou: “A pessoa medrosa não tem estrutura emocional e não aguenta nenhuma pressão. É preciso aprender a lidar com as mudanças, porque elas te fazem crescer. Deus te restaurou, mas a estrutura emocional que você tem vem da sua família, mesmo que elas não sejam tão boas”.

Para encerrar, Bispo Lucas Cunha ministrou sobre enganos e falou que satanás quer se passar por Deus e roubar o reino d’Ele na sua vida. “Ele quer roubar de ti o chamado e o propósito que te foram confiados. O inimigo vai fazer com que você tenha distração para que perca o foco. Quando a cruz pesa queremos aliviar o peso. Nós nos tornamos vulneráveis e a maioria das pessoas para se livrar do peso largam a cruz”, disse.
Bispo Lucas disse ainda que o diabo quer enganar os homens com palavras, mas pediu para que acreditem que o chamado fica mais leve quando se trabalha em equipe. “O diabo quer tirar essas pessoas da sua vida, tirar elas da equipe, se você andar alinhado com Deus  vai vencer qualquer situação, pode ser a cruz mais pesada que for, você vencerá. Ele usa o engano para desafiar a sua fé ao fazer com que você comece a considerar se tem que ficar ou não no chamado, criando várias dúvidas na sua cabeça”.
 

Confira as fotos:


Créditos fotos: Ronaldo Caldas

Compartilhe:
X
Angelo Rocha Desenvolvimento WordPress