Faça sua doação

“Todos os dias precisamos do pão nosso de cada dia”, declarou Bispo Hugo de Jesus

Área de Conteúdo

“Todos os dias precisamos do pão nosso de cada dia”, declarou Bispo Hugo de Jesus

“Todos os dias precisamos do pão nosso de cada dia”, declarou Bispo Hugo de Jesus

Os cultos de domingo, 30, foram marcados por libertações em todas as áreas de atuação. A volta de pessoas do Revisão de Vidas trouxe testemunhos de perdão e restauração no casamento, cura da síndrome de pânico, entre inúmeros livramentos. A Embaixada Sara Nossa Terra estava cheia de indivíduos e respectivos familiares.
Na explanação da palavra, Bispo Hugo de Jesus, ministrou com base no livro de João 16:7,  que há uma unção que guia ao ser humano para um futuro abençoado que se revela por meio da fé. “ Aquilo que havia de condenação ficou na Cruz do Calvário. Jesus revelou sobre o Espírito Santo que iria convencer do pecado, isto é, quando o homem se submeter à palavra, o bem entra em ação na vida dele. Visto que a Bíblia afirma que aquele que cumpre aos mandamentos é bem-aventurado por gerações. Deus está preocupado com o seu futuro. No entanto, o Pai precisa ter abertura para que toda barreira que impeça esta ação possa cair”, pontuou.
O preletor ainda alertou que as pessoas sem os conceitos divinos vivem uma vida insalubre, ou seja, um sistema onde existe a maldade ou ausência dos valores cristãos. “Não existe possibilidade de viver neste planeta sem conexão com o Criador. Você precisa ser alimentado no corpo, alma e espírito. Pois, todos os dias, precisamos do pão nosso de cada dia. É fundamental que precisemos de perdão, proteção, visão e Graça de Deus. Inclusive, o livro de Eclesiastes 9:8, define que jamais falte óleo em nossa cabeça, contudo, temos que aprender a orar e quebrantar ao coração. Qual a moeda que compra o azeite? A busca ao Senhor todos os dias de nossas vidas. Portanto, em nome de Jesus, tenham um caminho maravilhoso quer está te levando para um futuro de bênção: lâmpada para os pés e luz para o caminho. A revelação é a junção da palavra com a presença do Eterno”, concluiu.
Confira fotos:

Crédito das fotos: Gabrel de Souza
Texto: estagiário Bruno Faria sob supervisão de Jeane Magalhães

Compartilhe:
X
Angelo Rocha Desenvolvimento WordPress