Faça sua doação

Rhuan Matheus foi curado de doença nos rins e testemunha seu milagre

Área de Conteúdo

Rhuan Matheus foi curado de doença nos rins e testemunha seu milagre

Rhuan Matheus foi curado de doença nos rins e testemunha seu milagre

12336292_916166875137195_1748372178_nDesde pequeno, Rhuan Matheus Saraiva Felix, 19, ia para a igreja com a mãe, até que aos 16 anos conheceu a Sara Nossa Terra, onde passou a frequentar todos os eventos e missões, mas sem se envolver com liderança. “Então eu quis fazer algo novo, não queria ser taxado como crente que não podia fazer nada a não ser ir para os cultos”, conta.

Logo, o jovem começou a ir para festas e beber. Mas depois ficou desmotivado, não conseguia mais se divertir. Em uma certa festa, Rhuan decidiu que beberia até ficar animado, mas nada acontecia e em um dado momento, sentiu que Deus falava ao seu coração. “Ele me dizia: Rhuan, você é melhor que isso! No exato momento sai da festa e fui para casa.  No outro dia liguei para um amigo meu de infância, o Marthony, que continuou a frequentar a SNT e falei que tinha o desejo de retornar para igreja”, lembra.

Após retornar decidiu mudar tudo em sua vida e se tornar líder. Mas o que Rhuan não sabia, é que ainda seria provado em sua fé e ficaria hospitalizado por um tempo. “Eu sentia que estava me afogando e não conseguia respirar. Chamei minha mãe e me levaram as pressas para o hospital, ao chegar lá eu comecei a vomitar água com sangue e por meio dos exames descobriram que meus rins tinham parado de funcionar”, conta.

Ele se lembra que naquele momento precisou ser transferido com urgência e então orou a Deus dizendo: “Deus, muito obrigado por ter me deixado chegar até onde cheguei, mas sinto que não cumpri nem metade do que o Senhor tem para mim e lhe peço, deixa eu concluir o que Senhor tem para mim”.  Quando terminou de orar, um enfermeiro que era amigo da SNT havia conseguido a transferência para outro hospital e um nefrologista, mas no hospital as ambulâncias estavam todas ocupadas.

Mais uma vez ele orou ao Senhor clamando a vontade do Pai sobre aquela situação. Ao terminar, uma ambulância estava voltando para o hospital porque não precisava mais atender um outro caso de emergência e conseguiu ser transferido. No caminho para o hospital a saturação de Rhuan só abaixava e cada vez precisava de mais oxigênio, porque a cada minuto que passava era mais difícil respirar, dentro da ambulância a enfermeira estava junto com a sua mãe e pediram para que ele não dormisse, porque poderia não voltar, mas sem perceber ele caiu no sono profundo e não escutava mais nada.

Foi então que ele conseguiu escutar a voz da mãe cantando e falando bem baixinho e depois aumentando: “Ela cantava ‘ Você é o espelho que reflete a imagem do Senhor, não deixa meu filho morrer, desde o meu ventre ele é escolhido teu.’ Quando consegui escutar a voz minha saturação voltou um pouco e fiquei acordado. Ao chegar no hospital de base o médico disse que se eu chegasse 20 minutos atrasado eu teria morrido na ambulância e que naquele dia ele não estaria no hospital até aquele horário, mas sentiu que tinha que ficar até mais tarde”, conta.

Após realizar muitos exames, o jovem precisou fazer hemodiálise com muita urgência, mas naquele horário as máquinas eram retiradas para limpeza. Mais uma vez, Deus ouviu as preces de Rhuan e quando tudo parecia não dar certo, uma enfermeira chegou e disse que naquele dia havia limpado uma máquina mais cedo e ele pode começar a fazer hemodiálise.

12319544_916166868470529_1361310622_nO jovem pediu a Deus que lhe mostrasse o propósito de tudo aquilo e mais uma notícia ruim chegou: o médico atestou que ele estava com embolia pulmonar. “No dia seguinte tentei ajudar quem estava a minha volta, tentando convencê-los a andar bastante para ajudar no tratamento. Aproveitei também para falar de Deus e com o decorrer do tempo eu já estava falando para familiares e para os médicos que iam as vezes no meu quarto só para ouvir eu falar”, conta.

Um dia o médico chegou e disse que Rhuan precisaria ficar internado por mais 9 meses, mas faltava apenas uma semana para a Conferência Arena Jovem e ele discordou do médico. Ligou para o seu líder, contou a situação e decidiram fazer uma célula ali mesmo no hospital. “O Bispo Alexandre Vitor, de quem sou um 144 me enviou um vídeo orando pela minha vida e decidi orar mais uma vez. Depois desse instante comecei a urinar, coisa que não fazia há dias e os meus rins voltaram a funcionar”, relembra.

No dia da célula, estavam os seus discípulos, familiares e as pessoas que trabalhavam no hospital e no final, gravaram um vídeo para a igreja e para promover a Conferência. “Antes de aparecer na Conferência viralizou e várias pessoas de outros lugares começaram a me mandar mensagens, ligar e fazer visitas no hospital. Um dia antes do evento vários médicos foram discutir meu caso e eles viram que não sabiam como os meu rins tinham parado e voltado e decidiram me dar alta. Não precisaria ficar dependente da hemodiálise”, afirma.

Compartilhe:
X
Angelo Rocha Desenvolvimento WordPress