Faça sua doação

Relatório sobre liberdade religiosa expõe aumento da perseguição aos cristãos

Área de Conteúdo

Relatório sobre liberdade religiosa expõe aumento da perseguição aos cristãos

Relatório sobre liberdade religiosa expõe aumento da perseguição aos cristãos

O cristianismo é perseguido desde os primórdios do seu surgimento, no primeiro século após o nascimento de Jesus Cristo. Uma das obras de destaque no mundo inteiro que relata o sofrimento dos cristãos em todo mundo foi escrita por John Foxe, que viveu entre 1516 e 1587, chamada “O Livro dos Mártires”, e ilustra bem como por séculos os fieis ao Senhor lutam por sua liberdade.
Não tem sido diferente em nossos dias. Apesar da evolução civilizatória e tecnológica, a intolerância religiosa permanece viva, especialmente através de crenças que não admitem o confronto de ideias. O  “Relatório 2018 sobre a Proteção Legal da Liberdade Religiosa na União Europeia (UE)” comprova essa triste realidade.
Segundo o documento, dos 28 países que compõem o bloco europeu, seis não possuem leis específicas de proteção ao sentimento religioso, sendo eles a França, Reino Unido, Bélgica, Croácia, Hungria e Eslováquia.
O relatório foi apresentado no último dia 4, pela Associação Espanhola de Advogados Cristãos (AEAC), tendo como objetivo revelar a necessidade de leis mais específicas de proteção à liberdade religiosa. Os cristãos, nesse caso, é a população mais necessitada, uma vez que são os mais perseguidos.
A Associação destacou os “10 países da UE cujas sanções são mais duras na hora de castigar as ofensas contra os sentimentos religiosos dos cidadãos”, como a Alemanha, Bulgária, Finlândia e Áustria, ressaltando a importância do bloco tê-los como exemplo, além do Canadá, que apesar de não pertencer ao grupo, possui uma legislação modelo.
O documento aponta ainda que o cristianismo é a religião mais perseguida. Os dados revelam casos de genocídio, escravidão, violação, prisão, deslocamento forçado, conversões forçadas, destruição de propriedades e proibição da educação religiosa para crianças. Curiosamente, a França que é um país laico, possui o maior número de registro de ódio aos cristãos, sendo nos países confessionais (cerca de 21%) onde a liberdade religiosa e mais protegida, especialmente na Espanha, Alemanha, Portugal, Luxemburgo e Letônia, segundo informações do ACI Digital.
Fonte: Gospel Mais

Compartilhe:
X
Angelo Rocha Desenvolvimento WordPress