Faça sua doação

"Quando nasci meu irmão tentou me jogar no lixo várias vezes", conta Ana Carolina

Área de Conteúdo

"Quando nasci meu irmão tentou me jogar no lixo várias vezes", conta Ana Carolina

"Quando nasci meu irmão tentou me jogar no lixo várias vezes", conta Ana Carolina

14371887_690398857778183_1171245455_nAna Carolina Lemos, 28 anos, empresária, foi criada em um lar evangélico. Com 2 anos de idade  sua mãe, que era católica, se converteu e a levou junto com o irmão mais velho para a igreja. Seu pai não era da igreja, a vida inteira foi católico, mas não seguia as práticas da igreja católica, nem frequentava.

Quando sua mãe estava em sua gestação não quis saber o sexo, seu pai desejava um menino, e seu irmão também, já tinha até um nome que seria Bruno. “Quando nasci fui muito rejeitada, meu irmão tentou me jogar no lixo várias vezes, não gostava de mim de forma alguma. Com o passar dos anos fui aprendendo a lidar com o sentimento de rejeição, e somente quando fiz o meu Revisão de Vidas em 2004, conheci verdadeiramente o Espírito Santo”.

Criados na igreja evangélica, sua mãe como líder de jovens, sempre os orientava, mas seu relacionamento com a sua mãe não era tão bom, nem com seu irmão e pai. O tempo foi passando e Deus foi restaurando as estruturas familiares de Ana Carolina. 

Com 19 anos ela acabou se afastando da igreja, conheceu um rapaz e começou um relacionamento. Ficou um ano afastada e depois desse período voltou e decidiu fazer um propósito com Deus,  ela conta que não queria mais sofrimento por questões de relacionamento e queria conhecer seu marido na igreja, fazer tudo conforme a vontade de Deus.

Ao retornar, trabalhando em um culto de quebra de maldições, um homem se aproximou de Ana Carolina, seu nome era João e veio falar com ela.  “Eu não  o conhecia, estava completamente fechada para relacionamentos. Minha mãe já o conhecia, ela trabalhou no RV junto com ele e me falava muito dele, mas eu não estava interessada, pensava que meu propósito ia demorar muito pra se cumprir”.

A partir dali começaram a conversar, Ana Carolina falou do propósito e ele a ajudou a cumprir, fez um planejamento para lerem a Bíblia em 3 meses. “Lemos tudo em 2 meses e 17 dias! Com autorização dos nossos líderes começamos a namorar, marcamos o noivado e casamos.”

Até mesmo no casamento o cumprimento das promessas de Deus se realizou na vida do casal. Foi tudo muito rápido e a data14356084_690398781111524_1356005088_n desejada para o grande dia já estava reservada em todos os salões, eles já haviam visitado todos os salões de Brasília. Depois de um tempo pensaram em mudar a data, e voltaram no salão que mais gostaram para ver as datas disponíveis, e exatamente naquele dia a pessoa que tinha feito a reserva para o dia escolhido por eles, havia cancelado”.

“Com o casamento juntamos nosso ministério, trabalhamos muito em prol do Reino, sempre colocando Deus em primeiro lugar. Alcançamos a ordenação de diáconos, depois de missionários e esse ano a unção pastoral”. Nunca em nenhum momento deixaram de fazer as coisas de Deus. Passaram por problemas, tiveram várias dificuldades, mas em nenhum momento deixaram a fé ser abalada.

 Esse ano Ana Carolina e o esposo fazem cinco anos de casados e afirma nunca terem passado por uma crise no casamento! “Muitos falam das crises de tantos meses, tantos anos, crise do primeiro ano, isso não existe, se você buscar crise com certeza terá, mas se tiver comunicação no casamento, é muito difícil ter crise”.

Hoje são pastores na Embaixada Sara Nossa Terra, em Brasília e Ana Carolina declara: “Nossa missão é essa, vivemos ela todos os dias porque amamos, amamos estar no ambiente da igreja, amamos nossos discípulos e principalmente nossos líderes”.

Compartilhe:
X
Angelo Rocha Desenvolvimento WordPress