Faça sua doação

Psicólogos tentam explicar para que servem os sonhos

Área de Conteúdo

Psicólogos tentam explicar para que servem os sonhos

Psicólogos tentam explicar para que servem os sonhos

Dormir é mais do que um simples descanso. Os sonhos desempenham um papel importante que podem servir quanto estamos despertos. Psicólogos são fascinados pelo tema. “A Interpretação dos Sonhos”, livro considerado o trabalho mais importante de Sigmund Freud (1856-1939), apresentou uma parte da mente, o inconsciente, que instigou –e ainda instiga– o debate sobre o comportamento humano.
Segundo o livro “Se Liga na Psicologia”, a maioria das pessoas sonha por uma ou duas horas e tem até sete sonhos por noite. “Para Freud, a interpretação dos sonhos é uma forma de acessar nossa mente inconsciente oculta”, contam os autores.
Em uma noite normal, de acordo com pesquisadores, passamos por quatro ou cinco ciclos de sono. Cada um desses ciclos dura aproximadamente 90 minutos. Sonhamos no estágio REM (do inglês rapid eye movement –movimento rápido dos olhos). Os outros períodos de sono são chamados de NREM (ou não REM).  Nosso cérebro não desliga quando dormimos, mas ele fica especialmente ativo quando estamos em REM. Muitas pessoas afirmam que resolvem problemas nos sonhos, artistas se inspiram neles para escrever ou pintar e enfrentamos diversas situações simuladas.
“Se Liga na Psicologia” faz parte da coleção “Se Liga”, inspirada na série “As Grandes Ideias de Todos os Tempos”. Os títulos introduzem temas e autores de cada área com projeto gráfico que usa ilustrações para facilitar o entendimento.
Abaixo, leia algumas curiosidades sobre os sonhos contadas em “Se Liga na Psicologia”, que explica jargões da área e traz questões sobre psicanálise, inteligência, aprendizado, memória, emoções e transtornos mentais e mostra como eles se relacionam com a vida cotidiana.
Sonhos reveladores: Segundo Freud, durante o sono vivemos os desejos e os medos ocultos que reprimimos quando estamos acordados.
Sistema de arquivamento: Podemos usar nossos sonhos para organizar pensamentos e memórias, abrindo espaço para novas informações.
Lutar ou fugir: De acordo com Revonsuo, ensaiamos nos sonhos coisas que precisamos fazer na vida real –como fugir do perigo.
Momento de criatividade: Os artistas buscam inspiração em sonhos para novas obras, e também resolvemos problemas dormindo.
Fonte: Folha de São Paulo
Compartilhe:
X
Angelo Rocha Desenvolvimento WordPress