Faça sua doação

Problemas financeiros e doenças na família aumentaram ainda mais a fé de Auri Fortes

Área de Conteúdo

Problemas financeiros e doenças na família aumentaram ainda mais a fé de Auri Fortes

Problemas financeiros e doenças na família aumentaram ainda mais a fé de Auri Fortes

familiaCom a crise que o país enfrenta, é comum os noticiários, ou mesmo em conversa entre amigos surgir a notícia que empresas estão decretando falência, muitos pais de famílias estão desempregados, e essa situação não foi diferente com o Auri Fortes, que em pouco tempo passaria a fazer parte dessa estatística que assola milhares de pessoas diariamente.

Contudo, ele deu a volta por cima e conseguiu se estabilizar financeiramente, e sabe o ele fez? Passou a dizimar com mais fervor e colocou essa situação nas mãos de Deus, que prontamente o atendeu. Membro da Sara Nossa Terra de Ponta Porã (MS), ele como todos, colocou em prática a importância desse ato de amor. “Deus me abençoou com um novo emprego, com um cargo e salários melhores. E já no meu primeiro salário eu pude colocar o meu dízimo em dia e nada mais de fazê-lo fracionado. Agora, a primeira coisa que eu faço todo mês é pegar o montante integral e separar o meu dízimo porque esse é sagrado e não abro mão”, destaca.

Mas as bênçãos não pararam por aí. Estar estabilizado financeiramente é muito bom, mas saber que um ente querido está passando por problemas de saúde, no caso a sua mãe, é para deixar qualquer pessoa apreensiva, mas isso fez com que Auri exercitasse ainda mais a sua fé. A mãe de Auri foi diagnosticada com um problema na coluna, que poderia deixá-la sem os movimentos, mas ele não perdeu tempo e mais uma vez entregou no altar do Senhor a cura de sua mãe. Ela passou por uma cirurgia delicada, onde as chances de não se recuperar totalmente eram grandes e reais. “Os problemas quando vêm, eles vêm para nos abalar, mas devemos nos posicionar e irmos contra o inimigo e eu, no mesmo momento que fiquei sabendo do diagnóstico comecei a repreender e se era a intenção do inimigo trazer a enfermidade para a minha mãe, que estava anulada. Ela passou pela cirurgia, que era complicada, mas mais uma vez Deus a abençoou. Ela poderia sair do hospital sem andar, sem mexer os braços, mas apenas saiu sem poder movimentar o pescoço por conta do colar cervical e até fisioterapia foram poucas”, comemora.

Compartilhe:
X
Angelo Rocha Desenvolvimento WordPress