Faça sua doação

Postagens com versículos Bíblicos nas redes sociais vira crime na Nova Zelândia

Área de Conteúdo

Postagens com versículos Bíblicos nas redes sociais vira crime na Nova Zelândia

Postagens com versículos Bíblicos nas redes sociais vira crime na Nova Zelândia

Captura de Tela 2015-07-15 às 10.46.01A perseguição contra os cristãos é algo mais comum do que se imagina. Agora, na Nova Zelândia postar versículos Bíblicos nas redes sociais é crime. A medida foi tomada após a iniciativa de criminalizar o cyberbllying e também se aplica a mensagens racistas, sexistas, homofóbicas ou que, envolvam ofensas a uma deficiência física ou a uma religião.

Aquele que for considerado culpado, pode ter uma pena de até dois anos de prisão. E, se alguma das mensagens tiver motivado suícidio, a pena mínima passa para três anos. Em alguns casos, a vítima pode pedir reparação e o acusado precisará pagar multas que podem chegar a aproximadamente R$ 400 mil reais.

A punição será aplicada sobre casos afirmados em que a vítima tenha sofrido “aflição emocional grave”. A partir dos 14 anos, a pessoa já será considerada capaz de responder por suas citações nas redes sociais, comentários em sites ou pelo “vazamento”de fotos e vídeos. 

Uma agência digital foi criada pelo governo para monitorar e analisar as denúncias de casos de cyberbullying. O país assinou termos de cooperação com as principais redes sociais, como Facebook e Twitter, que disponibilizarão o acesso às mensagens suspeitas dentro de um período de até 48 horas, o que era um problema para as investigações, pois a pessoa apagava a mensagem e a prova deixava de existir.

Segundo analistas internacionais, esse tipo de controle deve ser adotado por outros países daqui algum tempo. Grupos cristãos manifestaram-se a respeito da medida e afirma que mesmo que a medida tenha recebido ampla aceitação popular, os temos da lei são amplos demais e o simples compartilhamento de um versículo da Bíblia poderá ser considerado crime. Se um muçulmano sentir-se ofendido com uma mensagem sobre Jesus levar ao céu e sobre acontecimentos cotidianos com relação ao homossexualimo e a religião, um processo poderá ser feito. O governo neozelandês não fez nenhuma declaração sobre alterar a lei.

 
 
 

Compartilhe:
X
Angelo Rocha Desenvolvimento WordPress