Faça sua doação

PMs de Cristo: conheça a história do movimento criado há 22 anos

Área de Conteúdo

PMs de Cristo: conheça a história do movimento criado há 22 anos

PMs de Cristo: conheça a história do movimento criado há 22 anos

pms-de-cristo-combatem-violencia-campanha-de-oracao-e-jejumServir ao Senhor requer força e coragem, para anunciar a Palavra em todas as partes e locais onde se faz necessária a missão. Em 1992, um grupo de policiais militares de São Paulo sentiu a necessidade de compartilhar as suas dificuldades e experiências pessoais com Deus e os irmãos e começaram a se reunir semanalmente para orar e refletir.

Dessa forma, nasceu a Associação dos Policiais Militares Evangélicos do Estado de São Paulo – PMs de Cristo, para alguns, Policiais de Cristo. A Associação foi criada com o objetivo de prestar assistência espiritual, psicológica e social aos policiais, levando a Palavra de vida e esperança do Evangelho de Jesus Cristo e trabalhando na restauração de vidas e reconstrução de famílias, baseados na história bíblica de Neemias (homem que mobilizou as famílias de Israel para a reconstrução dos muros de Jerusalém).

“Hoje temos 1.600 policiais militares cooperadores da missão, que contribuem financeiramente para o sustento da nossa obra. Esperamos alcançar ainda mais PMs, tendo em vista que existem outros 24 mil que se declaram evangélicos e ainda não se associaram”, conta o Coronel Evandro Teixeira Alves, diretor de gestão da Policia Militar de São Paulo.

Por meio de Núcleos, com militares e civis, os Policiais de Cristo promovem em diversas unidades policiais, reuniões semanais denominadas “Momento com Deus”, com reflexões bíblicas e orações, visando o fortalecimento da fé e a melhoria do ambiente de trabalho e da qualidade de vida. A entidade promove ainda o projeto Ronda de Valorização da Vida (Ronda Missionária), capelães voluntários realizam visitas às unidades policiais prestando apoio e socorro aos policiais necessitados e com problemas pessoais, inclusive aos internos que estão no Hospital da Polícia Militar e no Presídio Romão Gomes. Quando necessário, encaminham o caso a profissionais de psicologia e a outros órgãos parceiros.

Por meio do movimento, diversas vidas foram completamente transformadas, como a do Tenente Coronel da Reserva da PM, Ronaldo Ribeiro, que teve a fé e a famíliapms-de-cristo-logo-e1339734822197 restaurada. “Perdi meus dois filhos pequenos vítimas de morte natural. O espaço foi de apenas dois meses e meio entre uma morte e outra. Eu me revoltei contra tudo e contra todos. Cheguei até mesmo a tentar suicídio quando meu segundo filho faleceu”, lembra.

Com isso, o  tenente passou a buscar em várias religiões uma resposta para a tragédia que havia ocorrido em sua família, mas nada encontrou. Teve outros filhos e passou
por outros dois casamentos que fracassaram. “Depois de muitas idas e vindas reencontrei uma antiga namorada, a soldado feminina PM Adriana, hoje minha atual esposa”, conta. A partir daquele momento, a vida de Ronaldo seguiu um outro rumo. Por intermédio da senhora que trabalhava em sua casa, toda a família passou a receber cultos de ação de graças no lar e a congregar na igreja. Atualmente o tenente faz parte do PMs de Cristo.

“Após todas essas experiências, eu me sinto plenamente realizado por estar servindo a um Deus vivo e verdadeiro, o que me faz estar inteiramente à disposição da Sua vontade, em obediência e alegria. Quero proclamar a todos que é possível sair do fundo do poço e ser resgatado por Jesus para uma nova vida de paz e de muita esperança”, afirma.

Para ser um PM de Cristo é necessário acessar o site do movimento: www.pmsdecristo.org.br e preencher no link da página principal, um formulário para Militares, mas os civis também podem envolver-se na causa, preenchendo o formulário para Civis.

Compartilhe:
X
Angelo Rocha Desenvolvimento WordPress