Notícias

Notícias Mundo + Notícias Sara Nossa Terra Notícias Testemunhos

Vamos sorrir! Dia 20 de março é comemorado o Dia Internacional da Felicidade

Celebração de Inverno São Paulo-2015

Celebração de Inverno São Paulo-2015

Em tempos em que a crise política, financeira e social atinge todas as esferas da sociedade, é preciso parar e observar à volta, pois o fato de estar vivo, já é motivo, suficiente para se sentir feliz e correr atrás dos objetivos para se ter uma vida plena e realizada. Você sabia que no próximo domingo, 20 de março, é o Dia Internacional da Felicidade?

É isso mesmo. Todos os anos, o dia 20 de março tem um motivo a mais para ser celebrado. Internacionalmente conhecido como International Day of Happiness, o dia tem o principal objetivo de fazer com que as pessoas percebam a importância de ser feliz para poder conviver em paz, lembrando aos povos do mundo que evitem guerras sociais e conflitos, diferenças étnicas ou comportamentos adversos que comprometam a paz e o bem estar das pessoas.

Origem do Dia Internacional da Felicidade

A assembleia geral das Nações Unidas instituiu o Dia Internacional da Felicidade em 2012, inspirando-se para isso numa reunião ocorrida em abril do mesmo ano que teve como tema “Felicidade e Bem Estar: Definindo um Novo Paradigma Econômico”.

A instituição da data é o reconhecimento da importância da felicidade para o ser humano, acima dos interesses econômicos e visa a demonstrar que o bem estar deve ser a meta universal para o homem e servir para a condução política dos povos.

Vale lembrar que, pelo menos entre os delegados dos países do mundo na ONU, a iniciativa foi consagrada pela unanimidade dos países membros, 193 na época, muito embora se saiba que em muitos países a felicidade não seja o maior interesse dos dirigentes políticos.

Em sua origem mais aprofundada, a felicidade serviu como tema tanto à reunião quanto à instituição da data dedicada à felicidade por Butão, um minúsculo país da região Tibetana, vizinho da Índia e da China, cujo povo é de maioria budista, que reconheceu publicamente a importância e supremacia da felicidade nacional sobre a renda monetária. Isso ocorre em Butão desde a década de 1970, quando o país adotou uma meta denominada “Felicidade Nacional Bruta”, considerando-a mais importante do que o Produto Interno Bruto (PIB).

Ainda hoje o Butão pratica a busca da “Felicidade Nacional Bruta” e angaria a fama de ser o país onde reside uma das mais felizes populações do mundo, embora enfrente problemas sociais e financeiros, vivendo praticamente do turismo, por ser um país exótico e atrativo por suas crenças e cultura. A Fundação ONU mantém em foco o Dia Internacional da Felicidade, promovendo a reflexão dos povos do mundo sobre o assunto.

Com informações: calendarr.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Image Lightbox Plugin