Doe agora

Esperar e apressar – Palavra ministrada pelo Bispo Erasmo Duarte no culto de domingo

Nos cultos de domingo,16, na Embaixada Sara Nossa Terra, em. Brasília, bispo Erasmo Duarte ministrou com base no livro de 2 Pedro 3:12 destacando que o maior acerto do mundo é andar no tempo de Deus. “ Ao estarmos na Casa do Pai somos  desafiados para um novo território.  Quando tenho que esperar e apressar? Estas duas expressões antagônicas se completam. Existem áreas e  situações que enquanto Deus não abrir a porta não adianta fazer nada. No entanto, quando ela for aberta, é necessário apressar. Fé é descansar e lutar, mesmo diante deste paradoxo,  as duas vertentes se constroem”, completou.
Ainda na palavra, o preletor usou como exemplo o personagem bíblico Jó, que de acordo com o capítulo 19:25 também soube esperar. Também ressaltou que quando  se vive no chronos, as pessoas preparam-se para  entrar no kairós, pois simboliza a surpresa de Deus. “ Davi foi ungido para ser rei aos 17 anos de idade contudo, assumiu ao trono aos 40 anos. Ou seja, entre a unção e o reinado ele esperou por 23 anos. Mas durante este tempo, ele se apressou diante das batalhas, como por exemplo, a vitória sobre o gigante.  O Senhor cria situações para que você tenha que agir. Josué, para enfrentar a batalha de Jericó esperou uma resposta do Deus e agiu assim que recebeu a orientação”, destacou.
Na conclusão da palavra, bispo Erasmo alertou que não podemos criar o mover de Deus, mas esperarmos, focados, pelos sinais e respostas d´Ele. “ Quem está aguardando o movimento que Deus vai fazer? Fique pronto para acelerar e dar tudo de si, na direção que o Senhor estabeleceu. Existem situações na sua vida que o céu espera que você esteja pronto para o combate com oração e jejum, pois  todo dia é de batalha, no movimento do altar. Não desista de esperar. Tenha a postura que trará o Reino Celestial à sua direção; espere com serenidade e aja com firmeza. O esperar com expectativa é antecipar a alegria sabendo que Deus não vai falhar”, concluiu.
Confira fotos:

Credito das fotos: Gabriel de Souza
Texto estagiário Bruno Faria sob supervisão de Jeane Magalhães

Faça um comentário

X