Notícias

Notícias Mundo + Notícias Sara Nossa Terra Notícias Testemunhos

Pesquisa aponta que jovens evangélicos são tão conservadores quanto os mais velhos

Sobre a identificação ideológica e identificação por partidos políticos, os jovens evangélicos norte-americanos são tão conservadores quanto os mais velhos.

Mas quando se trata de casamento gay, imigração e bem-estar, os jovens de 18 a 29 anos se mostram mais liberais.

A pesquisa publicada na Temple University Press deste mês diz que 51% dos jovens evangélicos são contra o casamento gay, entre as pessoas com 75 anos ou mais o número de opositores sé de 73%.

Quando comparados com jovens de outras religiões, os evangélicos são 31% mais propensos a se oporem à união entre pessoas do mesmo sexo.

Outra diferença geracional é sobre a imigração, para um terço dos jovens evangélicos os imigrantes ilegais pioram o país, a mesma crença de 68% dos evangélicos com 65 anos ou mais.

Questionados sobre a ajuda que o governo dos Estados Unidos dá aos pobres, 54% dos jovens acreditam que essas ações sociais fazem mais mal do que bem, entre as pessoas de 30 a 64 anos, o número é de 62%.

“Em resumo, os resultados lançam sérias dúvidas sobre os relatos gerais de uma nova geração de jovens evangélicos liberais”, concluiu Castle, segundo informações do Christian Post.

O pesquisador que ouviu também a diferença entre os jovens e mais velhos sobre diplomacia ou uso da força militar. Nesse sentido, 39% dos jovens evangélicos assumiram a posição pró-militar, em comparação com 46% dos evangélicos com idades entre 30 e 49 anos e 53% dos evangélicos com 50 a 64 anos.

Em parte da pesquisa publicada, Castle entendeu que 15% dos jovens evangélicos são liberais e seguem líderes liberais como Tony Campolo, Shane Claiborne, Ron Sider e Jim Wallis.

Castle descobriu que, como esperado, jovens evangélicos liberais priorizam questões como pobreza e meio ambiente. Ele ficou surpreso ao descobrir, no entanto, que jovens evangélicos liberais ainda são um tanto conservadores em questões sociais, como aborto e casamento tradicional.

 

Fonte: gospelprime

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Image Lightbox Plugin