Notícias

Notícias Mundo + Notícias Sara Nossa Terra Notícias Testemunhos

Michel Pereira lutou em oração e viu a conversão da mãe, irmão e de amigos que o criticavam

Em 2004, aos 17 anos de idade, Michel Pereira, que trabalhava em uma mercearia, recebeu diversos convites do gerente da loja para ir à Sara Nossa Terra. No entanto, ele sempre se desculpava para não ir à igreja. Até que certa noite ele decidiu ir ao Arena. Todavia, antes de conhecer a SNT, ele acreditava que conhecia a Deus. “Eu trabalhava, bebia, fumava e tinha uma banda de Rock com alguns amigos, não tinha sonhos. Não acreditava que um dia conseguisse comprar algo além de uma bicicleta. Era ganhar um salário mínimo ou um trabalho braçal e estava ótimo”, lembra.

Após o Revisão de Vidas, o hoje empreendedor com curso superior em matemática, começou a trajetória em meio a fé. Literalmente via a mão de Deus agindo em todos os setores da vida dele. Um dos milagres foi a força de falar em público para poder ministrar.  Igualmente, um dos maiores milagres que viveu foi a conversão da mãe, irmão e amigos que o criticavam quando converteu-se. “Hoje, sou missionário, e ao lado de minha esposa Rosimere, abrimos uma igreja Sara Nossa Terra há cinco meses, onde Deus tem nos abençoado muito! Pois estamos sonhando e trabalhando para abrir mais duas igrejas ainda em 2020. Estamos engrenados nesta missão”, completou.

O missionário ainda ressalta que o Senhor o prosperou e hoje vivenciam sinais de uma aliança referente aos dízimos, ofertas e Parceiros de Deus. “Temos nossa casa própria toda mobiliada, carro, moto e nosso próprio negócio. Confesso que não tenho como pagar a Deus pelo que Ele fez nestes 16 anos em nossa família. Sou extremamente grato a Deus pela vidas dos Bispos Robson e Lúcia Rodovalho –  é uma honra fazer parte deste ministério. Do mesmo modo, por meio do IV, aprendi a falar em público e me despertei para o mundo dos negócios. A Sara Nossa Terra para mim é o maior canal de bênção que Deus colocou em minha vida”, finalizou.

 

Texto: estagiário Bruno Faria sob supervisão de Ludmila Rodrigues.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Image Lightbox Plugin