Notícias

Notícias Mundo + Notícias Sara Nossa Terra Notícias Testemunhos

“É maravilhoso levar o ensinamento de Deus por meio das artes cênicas”, define Leno Jhaws


Na sequência de testemunhos dos atores que protagonizaram ao filme “Nem Tudo que Reluz é Ouro”, que já está no saraplay hoje vamos conhecer a história de vida e construção do personagem Zeca, que foi interpretado pelo líder de célula e ator Leno Jhaws.

Ele define que começou no teatro por meio da comédia e hoje atua em todos os segmentos. Ele lembra que o ambiente da Sara Nossa Terra o impactou desde que ele chegou ao Arena. “Cada filme é uma nova experiência onde aprendemos a melhorar. É maravilhoso levar o bom ensinamento da Palavra de Deus por meio das artes cênicas. A amo o que faço, pois tudo feito desta forma fica mais leve. A construção do personagem não fugiu da minha característica no requesito de persistência. Tive a oportunidade de participar de um programa na TV Gênesis,  como personagem, e logo em seguida, fui para o teatro, filme e desde então, foram realizadas várias interpretações”, destacou.

Conversão
Em 2002 Leno recebeu um convite para conhecer o Espaço Alternativo, hoje Arena Jovem,  e a participar de uma célula, gostou tanto do ambiente e receptividade que nunca mais saiu. “Do trabalho que é desenvolvido com os jovens,  me adaptei desde então – eis me aqui. Sempre fui desinibido no meio da turma, só que de outra forma, sempre achava que faltava alguma coisa, um vazio antes de chegar à igreja, quer dizer, minha vivência no mundo. Depois que encontrei a Sara Nossa Terra, minha vida mudou completamente, aprendi e viver na fé em todos os aspectos do referente ao Nome de Jesus.  Hoje, consigo enxergar o mundo, oportunidades de outra maneira. Sou grato a Deus eternamente por ter apresentado meu líder, pastor Júnior”.
Para concluir, Leno faz uma breve reflexão sobre o impacto positivo do personagem Zeca em sua vida. “O personagem que interpretei no filme teve tudo para parar contudo, ele optou em não desistir.  É isto que deixo para você leitor: irão aparecer situações em sua vida em que vai ter que tomar decisões, desta forma,  ressalto para que não desista e seja firme em cada situação. Deixa de fuleragem e siga em frente”, usando nesta última frase uma das características de linguagem do filme Nem Tudo que Reluz é Ouro”.
Texto: estagiário Bruno Faria sob supervisão de Jeane Magalhães

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Image Lightbox Plugin