Diego Rodrigues se entregou a Deus e teve sua vida curada dos vícios – Sara Nossa Terra Doe agora

Diego Rodrigues se entregou a Deus e teve sua vida curada dos vícios

13335266_1019382844815597_1561958142_nDiego Rodrigues de Souza atualmente trabalha em uma agência de veículos e é líder de célula na SNT da Ceilândia, mas sua vida nem sempre foi diante do altar de Deus e com tranquilidade. Aos 8 anos perdeu o  pai, que foi assassinado e, na época, para acalmá-lo disseram que ele havia se envolvido em um acidente de carro. Anos depois, com 11 anos perdeu a mãe vítima de eclampsia. Ela faleceu dentro do carro, na frente de Diego. Depois disso, o garoto ficou morando com uma tia em Minas Gerais, mas acabou sendo enviado para um internato, onde ficou durante um ano. “Foi como se eu tivesse sido criado pelo mundo e ele me acolheu”, diz. Logo após, voltou para Brasília e acabou não recomeçando, Diego só fazia as coisas erradas do mundo. 

Antes todo o seu dinheiro era usado para comprar drogas, como cocaína, maconha, lança perfume e bebidas alcoólicas. Curtia muitos bailes de rap e muitas vezes em ambientes pesados e perigosos. Vivia uma vida de loucuras, o que ganhava durante o dia gastava a noite. Tinha uma vida ruim, não tinha desejo de nada, era vazio, não possuía sonhos.

Depois de três dias intensos de bebidas, drogas e muitas festas, Diego, ao chegar em casa decidiu colocar os joelhos no chão e começou a falar com Deus: “Senhor, será que é isso mesmo que eu quero para a minha vida? Será que meus pais onde estiverem estão felizes com o filho que eles deixaram aqui na terra? Deus me ajuda, eu quero mudar”. Pediu também para parar de beber e deixar de usar drogas.

Em um sábado, quando estava trabalhando, uma colega o chamou para ir até o Arena Jovem, porque naquele dia ela iria conhecer alguém na igreja. Para acompanhar a amiga Diego resolveu ir e decidiu entrar no culto. “O culto já estava quase acabando, mas quando entrei naquele lugar algo mexeu comigo. As pessoas ali não precisavam de drogas, nem bebidas e estavam todas alegres, felizes, gritando, e buscando a Deus. Eu já estava indo embora, ninguém tinha chegado até mim e eu vi uma conhecida que antes sempre me chamava para ir até a igreja e eu nunca ia”, conta.

Aquela conhecida o convidou para participar de sua célula e lá Diego conheceu várias pessoas, todas as semanas estava lá, teve então uma líder e essa o deu forças e acompanhou.  “Enquanto isso, o mundo tentava me pegar de volta. Eu era tímido, mas ficava ali na célula, continuava me entregando, mesmo no meu canto. Chegou o momento do Revisão de Vidas, tive muitas dúvidas e acabei não indo.  Quando chegou o outro Revisão de Vidas eu me inscrevi e ali Deus transformou minha vida, mudou meus pensamentos. Eu dizia que não ia fazer Instituto de Vencedores  e Deus insistiu pela minha vida e eu fiz. Hoje sou líder de célula e Deus tem me ajudado até então”, afirma. 

Voltar pra igrejas

Faça um comentário

X
Evento Teste