Notícias

Notícias Mundo + Notícias Sara Nossa Terra Notícias Testemunhos

Chefs internacionais cozinham para os sem-teto do Rio com sobras de comida da Vila Olímpica

maximobotturaUm restaurante dirigido por chefs estrelados do mundo inteiro que usa sobras de ingredientes do Parque e da Vila Olímpica (que iriam para o lixo) para alimentar 5.000 pessoas em situação de vulnerabilidade social. Essa é a proposta do RefettoRio Gastromotiva, inaugurado na segunda-feira (8) na Lapa, na região central do Rio de Janeiro.

O projeto social é iniciativa do italiano Massimo Bottura, chef do Osteria Francescana, restaurante eleito o melhor do mundo em 2016, em parceria com a Gastromotiva, premiada organização brasileira comandada por David Hertz, que se dedica à capacitação de jovens carentes para trabalhar em restaurantes.

O projeto é resultado de diversas parcerias voluntárias: a Prefeitura do Rio cedeu o terreno – Rua da Lapa, 108 -, o escritório Metro Arquitetos fez o projeto do restaurante, os irmãos Campana desenvolveram o mobiliário, Vik Muniz e Pas Schaefer, a cenografia.

 Os ingredientes vão chegar todos os dias, transportados de diferentes caterings da Vila Olímpica por um caminhão. São basicamente sobras, frutas, legumes e verduras feios e amassados que iriam parar no lixo.
Fonte: paladar.estadao.com.br

Uma resposta para “Chefs internacionais cozinham para os sem-teto do Rio com sobras de comida da Vila Olímpica”

  1. REGINA CÉLIA DA SILVA disse:

    PRECISAMOS QUE INICIATIVAS COMO ESTA, ENTREM EM CORAÇÕES BRASILEIROS TAMBÉM, ASSIM MOSTRAREMOS MAIS AMOR POR NOSSA NAÇÃO VERDE E AMARELA – PORQUE PASSAR FOME OU PRIVACIDADE DE ALIMENTO NO BRASIL É UMA VERGONHA.
    PARABÉNS
    SUCESSO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Image Lightbox Plugin