Faça sua doação

Nos cultos de domingo Bispo Lucas Cunha ministrou que o sofrimento nos alinha com o Altar

Área de Conteúdo

Nos cultos de domingo Bispo Lucas Cunha ministrou que o sofrimento nos alinha com o Altar

Nos cultos de domingo Bispo Lucas Cunha ministrou que o sofrimento nos alinha com o Altar

Nos cultos de domingo, 18, na Embaixada Sara Nossa Terra, Bispo Lucas Cunha ministrou com base em  Jó 42: 5-10 que o sofrimento nos ensina a crescer em meio a ótica Divina. “Imagine se a sua vida estiver marcada problemas emocionais, físicos e financeiros? Jó era um homem fiel e mesmo assim vivenciou adversidades que literalmente o fizeram perder tudo. E, por que as pessoas que andam com Deus sofrem nesta vida?  A questão não é o sofrimento, mas como lidaremos com ele. Pois o Senhor te faz forte o suficiente para ter condições de vencer a todo obstáculo. É necessário mergulhar na Presença de Deus”.
No decorrer da pregação, Bispo Rodovalho destacou que o sofrimento nos alinha com o altar. “Quem é cristão não pode ter medo do diabo, mas não o negligencie ou ignore (esteja em constante vigilância). Satanás foi diante de Deus para acusar Jó; ele queria tirar tudo dele e provar que o servo fiel se voltaria contra o Altíssimo. Pois nossas decisões serão provadas. Muitas vezes a vida se mostra com tantas batalhas que parece que tudo conspira para que retrocedamos. No entanto, quando Deus permite o inimigo nos provar, Ele tem um plano para que tudo que seja superficial ou que vá nos fazer parar, seja neutralizado. Pois a verdade prevalecerá!”
Na conclusão da palavra, Bispo Rodovalho alertou que o diabo quer que acreditemos que seremos abandonados. “Alguns amigos nem sempre nos ajudam, pois tentam nos aconselhar por meio de conceitos humanistas. Contudo, quando pedimos ajuda para nosso Líder ou Pastor e nos consagramos na palavra, aprendemos que o sofrimento é um processo com início e final. Pois quando temos fé vivenciaremos novas bênçãos e milagres em cada segmento de nossas vidas. Temos que deixar o Eterno nos moldar para que a unção seja dobrada! Jó perdeu tudo, Jeremias foi preso, João Batista foi degolado e Jesus crucificado. A Bíblia afirma no livro de Hebreus que a promessa não é imediatamente completa para que sejamos aperfeiçoados. Não permita que o sofrimento  se torne um gigante. Cresça e floresça!”
Confira as fotos
Compartilhe:
X
Angelo Rocha Desenvolvimento WordPress