Mensagens

TUDO QUE NÃO FAZ PARTE DOS PLANOS DE DEUS VOCÊ TEM QUE PERDER

Hebreus 11: 24 “Pela fé Moisés, já adulto, recusou ser chamado filho da filha de Faraó“.

Moisés escolheu não ser neto de Faraó, e antes de acontecer o acidente com ele, ou seja, o que expulsou Moisés do palácio, não foi um acidente. Então, se aconteceu algum acidente na sua vida e você se encontrou injustiçado, não foi acidente. Deus está através daquela circunstância te levando para uma nova realidade, muito melhor.

Normalmente, nós humanos sempre dizemos: “Por que aconteceu isso comigo?” “Há meu Deus, como aconteceu esse acidente?”. “Mas eu não queria, não tive culpa”. Por isso, coloque a sua vida nas mãos de Deus e a partir daí, não terá acidente, mas terá propósito. Se acontecer um acidente, uma situação maior do que você, Deus estará te enviando através dessa circunstância.

Moisés estava exatamente cobrando isso: “Senhor, foi um acidente, eu só fui separar uma briga”. Lá tinha um egípcio atingindo um hebreu e Moisés foi apenas para intermediar e nisso o rapaz caiu, bateu a cabeça e morreu. E aquele acidente mudou totalmente o destino da vida de Moisés. Se fosse outra pessoa diria: “Aonde está Deus? Deus esqueceu de mim? Eu estou clamando, estou buscando e aí acontece uma situação que me tira do palácio? Que me tira da situação que estou?”. Mas não tem acidentes para você, meu irmão. Deus não permitiu um acidente na vida de Moisés, Deus arrancou Moisés do Egito e o mandou para o deserto por 40 anos para prepará-lo para trazê-lo de volta como um grande libertador de Israel.

Moisés escolheu sair do palácio, não foi o acidente que o mandou para o deserto apenas, foi uma escolha. Moisés escolheu rejeitar ser chamado neto de Faraó e ele preferiu a riqueza de Cristo do que os tesouros do Egito. Para andar com Deus você tem que fazer escolhas. Não dá para você segurar a riqueza de Cristo e o tesouro do Egito, você vai ter que escolher entre um e outro. Por isso, toda vez que você abrir mão do tesouro do Egito, toda vez que virar as costas para isso, tem uma riqueza bem maior, 100 vezes mais te esperando na frente.

Para andar com Deus é preciso perder, mas não são coisas certas. Você tem que perder aquilo que é errado e não tem futuro. Que não tem propósito de Deus para você. Tudo que não faz parte do plano de Deus na sua vida você tem que perder, porque quando você perde, você semeia e tudo que você semeia é certo que terá 100 vezes mais te esperando na frente.

Sobre o colunista

Robson Rodovalho é físico graduado pela Universidade Federal de Goiás, da qual também foi professor. Formou-se ainda em Teologia e Filosofia, adquirindo conhecimentos que associa às suas constantes pesquisas no campo da Física Quântica. É fundador, Bispo e presidente do Ministério Sara Nossa Terra, que criou em 1992, ao lado de sua esposa, Bispa Lúcia Rodovalho. Conferencista internacional, ministra palestras sobre temas relacionados à relação entre ciência e fé, gestão, desenvolvimento pessoal e profissional, entre outros. Compositor e cantor, já lançou dois DVDs e sete CDs. Com o título “Sara Nossa Terra, Por Favor”, gravado pela Som Livre, garantiu o Disco de Ouro, em 2013. Rodovalho também é escritor. Seu ultimo livro, Rompiendo las Maldiciones Hereditarias, junta-se a uma bibliografia própria com mais de setenta obras. Entre os títulos de caréter científico, destaca-se Ciência e Fé – O Reencontro pela Física Quântica. Publicado pela editora LeYa, o título ficou por três semanas no topo da lista dos mais vendidos no país da revista Veja, logo após seu lançamento, em julho de 2014. Presidente da Rede Gênesis de TV e da Rede Sara Brasil de rádio, Rodovalho apresenta o programa Vida com Esperança, que vai ao ar diariamente para 22 capitais em sinal captado pelas TVs abertas. A transmissão também é reproduzida pelas rádios. Atuou como deputado federal por um mandato (2007-2010), deixando relevante legado para a sociedade. Entre as suas contribuições, destacam-se as bases da legislação que concedeu isenção fiscal ao microimportador (“sacoleiros”), além da lei que reconhece eventos gospel como culturais, concedendo-lhes os benefícios da Lei Rouanet que garantem financiamento mediante renúncia fiscal. Entre as homenagens que recebeu estão a condecoração como Destaque Nacional da Frente Parlamentar Evangélica (2004), Honra ao Mérito – Comissão Nacional de Defesa dos Direitos Humanos (2009) e Medalha do Mérito Legislativo (2013).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Image Lightbox Plugin