Mensagens

QUAL A DIFERENÇA ENTRE TENTAÇÃO E PROVAÇÃO? PARTE I

“Eis que seguramente poderão vir a juntar-se contra ti, mas não será por mim; quem se ajuntar contra ti cairá por causa de ti”.Isaías 54:15. Nesse verso fala sobre a profecia e o decreto de Deus sobre a sua vida. Muitas vezes nos perguntamos: O que Deus tem para mim? Quais são as promessas? Qual é a Palavra? Quais são as alianças?

Se alguém vier te atacar, Deus já mandou dizer que não foi Ele quem autorizou. Que não foi Ele que programou, não foi d’Ele que veio o comando ou seja, o inimigo que está te atacando não tem a ordem do Senhor. Não tem autorização do céu, é uma invasão, é um ataque, algo inapropriado e é por isso que vai ser quebrado, cancelado e destruído.

Quando a gente vai estudar o velho testamento e procura satanás, o diabo ou Lúcifer, encontramos alguns textos, não muitos porque o velho testamento não elucida muito sobre o mal. É o novo testamento, especialmente Jesus que explica a origem do mal e sua história. Mas o que o velho testamento fala de Lúcifer o causador das contendas. A palavra contenda no hebraico não é só fuxico, significa desastres, mortes, ataques, guerras, tudo que não presta.

Nós cristãos somos quem encaramos a existência da ótica de duas forças. O bem que representa Deus, os anjos, o Senhor, a igreja e o mal que vem aquela energia da morte, da doença que também é uma expressão de satanás. A boa notícia é que Deus já o venceu através de Jesus Cristo. E o mal não tem como agir na sua vida e atacá-la.

A diferença entre tentação e provação

Você tem na Bíblia vários assaltos do mal sem que Deus tenha permitido. Quando o inimigo ataca o homem, ataca a família, sem a autorização de Deus se chama tentação. E quando o inimigo ataca uma pessoa autorizado por Deus se chama provação. Tentação é quando o mal age sem a permissão de Deus. Provação é quando o mal age permitido por Deus. Jó foi provado porque Deus permitiu que o maligno o tocasse. Quando Jesus foi para o deserto, ele foi para ser provado pelo inimigo.

Em Deuteronômio 8:15-16 diz: “Que te guiou por aquele grande e terrível deserto de serpentes ardentes, e de escorpiões, e de terra seca, em que não havia água; e tirou água para ti da rocha pederneira; Que no deserto te sustentou com maná, que teus pais não conheceram; para te humilhar, e para te provar, para no fim te fazer bem;

A tentação é quando o maligno invade e assalta sobre a sua vida. Quando Deus avisou a Caim que ele estava odiando o irmão, disse a ele que o mal estava pulando sobre ele. Isso é uma tentação. Eu não autorizei o maligno encher a sua cabeça. Eu não autorizei o maligno colocar ódio no seu coração. Ele está fazendo porque o maligno tem essa liberdade.

Em todas as duas situações nós sempre vencemos. A mais fácil de vencer é a tentação porque o maligno agiu sem autorização divina, você usa de autoridade e ele vai embora. Quem sabe fazer batalha espiritual sabe que quando o maligno levanta contra você ou na área da doença, ou no trabalho que ele tenta te tirar da posição, do seu cargo, ou quando ele vem para fazer fuxico e conflito nos relacionamentos. Toda obra do mal nós podemos destruir para acabar com as obras do diabo. Se o maligno te atacar é porque ele é atrevido, mas ele foi vencido e julgado na cruz por Jesus.

 

Sobre o colunista

Robson Rodovalho é físico graduado pela Universidade Federal de Goiás, da qual também foi professor. Formou-se ainda em Teologia e Filosofia, adquirindo conhecimentos que associa às suas constantes pesquisas no campo da Física Quântica. É fundador, Bispo e presidente do Ministério Sara Nossa Terra, que criou em 1992, ao lado de sua esposa, Bispa Lúcia Rodovalho. Conferencista internacional, ministra palestras sobre temas relacionados à relação entre ciência e fé, gestão, desenvolvimento pessoal e profissional, entre outros. Compositor e cantor, já lançou dois DVDs e sete CDs. Com o título “Sara Nossa Terra, Por Favor”, gravado pela Som Livre, garantiu o Disco de Ouro, em 2013. Rodovalho também é escritor. Seu ultimo livro, Rompiendo las Maldiciones Hereditarias, junta-se a uma bibliografia própria com mais de setenta obras. Entre os títulos de caréter científico, destaca-se Ciência e Fé – O Reencontro pela Física Quântica. Publicado pela editora LeYa, o título ficou por três semanas no topo da lista dos mais vendidos no país da revista Veja, logo após seu lançamento, em julho de 2014. Presidente da Rede Gênesis de TV e da Rede Sara Brasil de rádio, Rodovalho apresenta o programa Vida com Esperança, que vai ao ar diariamente para 22 capitais em sinal captado pelas TVs abertas. A transmissão também é reproduzida pelas rádios. Atuou como deputado federal por um mandato (2007-2010), deixando relevante legado para a sociedade. Entre as suas contribuições, destacam-se as bases da legislação que concedeu isenção fiscal ao microimportador (“sacoleiros”), além da lei que reconhece eventos gospel como culturais, concedendo-lhes os benefícios da Lei Rouanet que garantem financiamento mediante renúncia fiscal. Entre as homenagens que recebeu estão a condecoração como Destaque Nacional da Frente Parlamentar Evangélica (2004), Honra ao Mérito – Comissão Nacional de Defesa dos Direitos Humanos (2009) e Medalha do Mérito Legislativo (2013).

2 respostas para “QUAL A DIFERENÇA ENTRE TENTAÇÃO E PROVAÇÃO? PARTE I”

  1. Nayara disse:

    Meu Deus QUE PALAVRAAA!

  2. Silvana disse:

    Verdade! Existe as diferenças! Uma eu aprendo e a outra eu trabalho encima dela, através da experiência! Batalha Espiritual! Amém! Obrigado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Image Lightbox Plugin