Mensagens

POR QUE PERDEMOS NOSSOS FILHOS?

A cada ano que passa vemos nos noticiários as maiores barbaridades. Ainda estamos em busca de respostas à perguntas como: Por que uma menina bonita e rica planeja o macabro assassinato de seus pais? Por que um jovem universitário decide matar sua avó e a empregada, simplesmente para conseguir dinheiro para comprar drogas? Por que um pai mata a própria filha? São os casos mais comentados nos últimos tempos e que ainda não encontramos uma explicação convincente.

A sociedade brasileira entrou debaixo de uma onda de violência sem precedentes. Assaltos, sequestros, balas perdidas e outras atrocidades já fazem parte do cotidiano do brasileiro e nem chamam mais a atenção dos noticiários. Infelizmente já acostumamos a viver nessa selva de asfalto.

Acostumamos aos absurdos, às loucuras, às barbaridades e, até então, tudo isso era imputado aos desequilíbrios sociais. Por ser a causa mais evidente dos problemas da sociedade, “jogamos tudo debaixo deste guarda chuva”. O fato é que a vida é mais complicada do que pensamos. Nem sempre temos respostas para nossas perguntas. E quando as obtemos, nem sempre são as respostas que gostaríamos.

A violência tem se espalhado no seio da sociedade e agora chega até as famílias. Pode-se dizer que nos últimos tempos ela percorreu o caminho oposto: saiu do ambiente familiar e contaminou a sociedade. Temos visto pais atônitos e perplexos ao descobrirem seus filhos envolvidos em tragédias. Parecem que lhes são estranhos no ninho. Uma mistura de vergonha e dor toma conta de seus rostos e faltam-lhes palavras para explicar os acontecimentos.

Vivemos, hoje, uma profunda crise de valores. A sociedade corre em busca de certezas. Como criar filhos com segurança? Como protegê-los das influências do meio social? Como explicar que a mídia alimenta ilusões e fantasias?

Sozinhos podemos fazer pouca coisa. São os veículos de comunicação que moldam a sociedade. As novelas traçam o comportamento dos jovens e os lançam em uma busca de prazeres a qualquer custo, rompendo os valores mais nobres de amor, de relacionamentos, de fidelidade e de família.

Os pais que suprem seus filhos com dinheiro e presentes em detrimento à educação e ao afeto correm o risco de perdê-los para uma selva invisível, que os rodeia a cada dia e instante. Não basta reconhecer que você oferece aos seus filhos bem mais do que recebeu de seus pais. Nos dias de hoje, o desafio de ser pai é, talvez, o maior de todos.

Maior do que ser um grande empresário ou um profissional famoso. Ele exige todo o seu coração e seu empenho. Seus filhos vão ter que fazer de você um amigo, um companheiro, um professor e, finalmente, alguém comprometido em formar um líder, um vencedor capaz de conviver com todos esses absurdos sem se tornar parte deles.

Talvez você considere essa tarefa impossível ou pesada demais para sua capacidade. Mas, honestamente, é o único caminho para andarmos seguros e, com a ajuda de Deus, educarmos prudentemente nossos filhos.




Sobre o colunista

Robson Rodovalho é físico graduado pela Universidade Federal de Goiás, da qual também foi professor. Formou-se ainda em Teologia e Filosofia, adquirindo conhecimentos que associa às suas constantes pesquisas no campo da Física Quântica. É fundador, Bispo e presidente do Ministério Sara Nossa Terra, que criou em 1992, ao lado de sua esposa, Bispa Lúcia Rodovalho. Conferencista internacional, ministra palestras sobre temas relacionados à relação entre ciência e fé, gestão, desenvolvimento pessoal e profissional, entre outros. Compositor e cantor, já lançou dois DVDs e sete CDs. Com o título “Sara Nossa Terra, Por Favor”, gravado pela Som Livre, garantiu o Disco de Ouro, em 2013. Rodovalho também é escritor. Seu ultimo livro, Rompiendo las Maldiciones Hereditarias, junta-se a uma bibliografia própria com mais de setenta obras. Entre os títulos de caréter científico, destaca-se Ciência e Fé – O Reencontro pela Física Quântica. Publicado pela editora LeYa, o título ficou por três semanas no topo da lista dos mais vendidos no país da revista Veja, logo após seu lançamento, em julho de 2014. Presidente da Rede Gênesis de TV e da Rede Sara Brasil de rádio, Rodovalho apresenta o programa Vida com Esperança, que vai ao ar diariamente para 22 capitais em sinal captado pelas TVs abertas. A transmissão também é reproduzida pelas rádios. Atuou como deputado federal por um mandato (2007-2010), deixando relevante legado para a sociedade. Entre as suas contribuições, destacam-se as bases da legislação que concedeu isenção fiscal ao microimportador (“sacoleiros”), além da lei que reconhece eventos gospel como culturais, concedendo-lhes os benefícios da Lei Rouanet que garantem financiamento mediante renúncia fiscal. Entre as homenagens que recebeu estão a condecoração como Destaque Nacional da Frente Parlamentar Evangélica (2004), Honra ao Mérito – Comissão Nacional de Defesa dos Direitos Humanos (2009) e Medalha do Mérito Legislativo (2013).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Image Lightbox Plugin