Mensagens

PARE DE VIVER NO PASSADO

Para que possamos construir nosso futuro, precisamos abrir mão dos relacionamentos passados. Chorar é terapêutico, além de importante, nesse processo. A Bíblia diz que, se chorarmos, seremos consolados.

Temos de ter disposição para esquecer. Esquecimento significa disposição para perder. Perder é sair inteiramente do caminho, abolir, colocar um fim à ruína, tornar inútil. Jesus nos diz que, se não estivermos dispostos a perder e abrir mão dos próprios conceitos, não vamos ganhar a vida.

Para alcançar essa disposição, precisamos tomar consciência e fazer uma lista de todos os relacionamentos que nos magoaram. Se as lembranças, sonhos, ou ressentimentos, que nos ligam a eles, não forem perdidos, eles continuarão nos assombrando e não estaremos prontos para construir novos relacionamentos.

Alma, aqui, é a emoção. Não somente a alma, que vai ser salva, mas a alma, emoção que nós vivenciamos a cada dia. Uma pessoa sem alma é uma pessoa que não tem sonhos, não tem desejos, vive pensando em morte, pois a vida já perdeu o sabor. Alma significa vida.

Nós perdemos para ganhar quando nos tornamos responsáveis por nós mesmos e por nossas escolhas, quando paramos de viver no passado.

Leon Tolstoi dizia que “todos pensam em mudar o mundo, mas ninguém pensa em mudar a si mesmo”. Achamos que é mais fácil mudar os outros, mas isso é uma grande mentira. Se quisermos mudar nossa família, precisamos começar mudando a nós mesmos; se quisermos mudar uma sociedade, devemos mudar a família; para mudar uma cidade, é preciso mudar a sociedade; para mudar um país, é preciso mudar as cidades; para mudar o mundo, é preciso mudar os países. Tudo começa no indivíduo.

 

Sobre o colunista

Nascida em Goiânia, Lúcia converteu-se ao cristianismo aos 17 anos. Mesmo diante de uma carreira promissora como jogadora de vôlei, ela decidiu se dedicar à missão de levar a Palavra ao mundo, de conquistar almas para a vida em Jesus. Aos 19 anos, casou-se com Robson Rodovalho e juntos fundaram a Igreja Sara Nossa Terra. Hoje sãos bispos e presidentes mundiais do ministério evangélico. Teóloga e doutora em Filosofia, formou-se também em Psicologia pela Universidade Católica de Brasília, especializando-se em terapia familiar. É fundadora do mais expressivo ministério liderado pela Sara Nossa Terra, o Arena Jovem. O projeto nasceu em 2003, em Brasília, quando a Bispa Lúcia Rodovalho assumiu o desafio de mobilizar a atenção de milhares de jovens e apresentar-lhes a vida em Jesus Cristo - um caminho que levaria à transformação de suas vidas. Das habilidades que lhes são inatas e das que construiu ao longo da vida com sua experiência profissional, Bispa Lúcia considera sua capacidade de ouvir e entender o outro como o aprendizado mais relevante e decisivo para sua missão de evangelização. Quanto ao foco de seu trabalho, estruturado o projeto Arena Jovem em todo o Brasil, tem se dedicado principalmente ao tema família. Para a Bispa Lúcia Rodovalho, o amor, a base de uma família, germina à luz do respeito, do diálogo e do perdão. E a família é a base sobre a qual se constrói um futuro de realizações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Image Lightbox Plugin