Mensagens

LIDANDO COM OS LIMITES

Qual caminho você deve trilhar quando seus recursos já alcançaram o limite, quando não há mais dinheiro para expandir, quando sua equipe está trabalhando ao máximo de sua capacidade ou quando seu salário está no limite?

Esse é um exercício importantíssimo de autoconhecimento e de análise do cenário em que você se encontra atualmente. É necessário que ele seja feito periodicamente para que você tenha uma fotografia exata do seu momento. Muitas pessoas tropeçam em sua missão porque não atualizaram a foto do seu momento e, assim, continuam batalhando com uma imagem defasada da realidade.

Quem é usuário das redes sociais deve ter reparado que, próximo aos dias das crianças, as pessoas trocam suas fotos de perfil por alguma imagem de quando eram crianças. Só que aquilo não representa mais a realidade delas. É uma lembrança de seu passado. O problema é que muitas pessoas ainda agem de forma parecida, baseando seu modo de vida e de liderança numa fotografia de um cenário que já está ultrapassado.

Você precisa saber claramente quem você é e qual o seu propósito de vida e, a partir de então, entender quais os recursos que lhe estão disponíveis e quais lhe faltam. O seu propósito de vida hoje, assim como sua visão de mundo, são completamente diferentes dos de quando você tinha 10 anos de idade.

Você não é mais a mesma pessoa que iniciou a jornada. A pessoa que acordou hoje de manhã é diferente daquela que foi se deitar ontem. As misericórdias de Deus se renovam a cada dia sobre nós. A porta estava fechada ontem, mas hoje, por meio de seu novo conhecimento, pode haver um novo caminho.

Busque soluções inteligentes para suprir as ausências percebidas. Tente analisar um problema de outra forma, enxergando-a sob um novo ângulo. Em uma equipe, o líder não precisa ser necessariamente bom em tudo, pois ele pode suprir suas deficiências por meio dos talentos presentes na equipe. Ao fazer essa análise minuciosa, e se percebeu que seus recursos se esgotaram, você irá perceber que ainda será capaz de se esticar um pouco mais ou de fazer algo diferente do que estava fazendo.

No momento em que os recursos se esgotam, o sentimento natural do ser humano é o de buscar proteção naquilo que ele já conhece, mesmo que seja um lugar de maldição.

Em momentos de escassez não é hora de descermos para o Egito, mas de ouvirmos o Senhor e continuarmos firmes nas promessas que Ele tem para as nossas vidas.

Sobre o colunista

Robson Rodovalho é físico graduado pela Universidade Federal de Goiás, da qual também foi professor. Formou-se ainda em Teologia e Filosofia, adquirindo conhecimentos que associa às suas constantes pesquisas no campo da Física Quântica. É fundador, Bispo e presidente do Ministério Sara Nossa Terra, que criou em 1992, ao lado de sua esposa, Bispa Lúcia Rodovalho. Conferencista internacional, ministra palestras sobre temas relacionados à relação entre ciência e fé, gestão, desenvolvimento pessoal e profissional, entre outros. Compositor e cantor, já lançou dois DVDs e sete CDs. Com o título “Sara Nossa Terra, Por Favor”, gravado pela Som Livre, garantiu o Disco de Ouro, em 2013. Rodovalho também é escritor. Seu ultimo livro, Rompiendo las Maldiciones Hereditarias, junta-se a uma bibliografia própria com mais de setenta obras. Entre os títulos de caréter científico, destaca-se Ciência e Fé – O Reencontro pela Física Quântica. Publicado pela editora LeYa, o título ficou por três semanas no topo da lista dos mais vendidos no país da revista Veja, logo após seu lançamento, em julho de 2014. Presidente da Rede Gênesis de TV e da Rede Sara Brasil de rádio, Rodovalho apresenta o programa Vida com Esperança, que vai ao ar diariamente para 22 capitais em sinal captado pelas TVs abertas. A transmissão também é reproduzida pelas rádios. Atuou como deputado federal por um mandato (2007-2010), deixando relevante legado para a sociedade. Entre as suas contribuições, destacam-se as bases da legislação que concedeu isenção fiscal ao microimportador (“sacoleiros”), além da lei que reconhece eventos gospel como culturais, concedendo-lhes os benefícios da Lei Rouanet que garantem financiamento mediante renúncia fiscal. Entre as homenagens que recebeu estão a condecoração como Destaque Nacional da Frente Parlamentar Evangélica (2004), Honra ao Mérito – Comissão Nacional de Defesa dos Direitos Humanos (2009) e Medalha do Mérito Legislativo (2013).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *