Mensagens

É PRECISO EMPENHO E DEDICAÇÃO PARA ALCANÇAR OS SONHOS

Muitas vezes nós não temos clareza daquilo que Deus tem para nós. As pessoas têm desejado coisas medíocres quando podem desejar coisas grandes. Poucas pessoas têm conseguido realizações nesse mundo, porque não estão dispostas a pagar o preço para que elas aconteçam. Um exemplo de paciência está na vida de José. A Bíblia diz que José sonhou um bom sonho: ele estava em pé no campo de colheita e os feixes dos seus irmãos se dobravam diante dele. Depois, José sonhou de novo: o sol, a lua e onze estrelas se inclinavam diante dele, o que significava seu pai, sua mãe e seus irmãos. José não tinha noção do que aqueles sonhos significavam para ele, tampouco do preço que teria de pagar para vê-los realizados.

Paulo fala para termos paciência, não nos cansarmos de fazer o bem, e não desfalecemos, a fim de alcançarmos a promessa. Ele sabia que o ser humano gosta do resultado. Nós gostamos do bônus, mas não do ônus. Gostamos de usufruir um bom relacionamento, mas não gostamos de resolver os problemas nos momentos de crise. Gostamos de ser perdoados, mas temos dificuldade para perdoar.

Depois da maldade dos irmãos de José, ao vendê-lo como escravo para o Egito, a realização do sonho que José tivera pode se cumprir. Se ele não tivesse sido levado, não poderia ter se tornado governador. As pessoas gostam dos títulos, mas não pensam nos esforços que foram feitos para chegar até ali. Para tudo existe um preço a ser pago. José reagiu positivamente e esse é o nosso desafio: se José, que não tinha dentro de si o Espirito Santo, mas somente o temor a Deus, foi capaz de resistir a tudo o que ele resistiu, nós também somos capazes.Nós temos o mesmo Espírito que levantou Jesus dentre os mortos habitando dentro de nós. O que nos impede é não termos o empenho e a determinação necessários.

José tinha o empenho e a determinação. Ele viveu o seu exílio não para ser o governador do Egito, mas para voltar a ver o seu pai. O que deu forças a José para ter paciência e persistir foi decidir ser o melhor que podia para, talvez, poder comprar a sua liberdade. A chave da paciência é uma das principais para que tenhamos sucesso em nossas vidas. Muitas vezes acabamos com casamentos ou mandamos pessoas embora de nossas vidas porque não temos paciência de esperar que elas mudem. Nossa sociedade é a “sociedade do microondas”- fazemos uma programação e achamos que tudo vai funcionar adequadamente. Todavia, a vida e os relacionamentos não são assim. Com isso, nós perdemos relacionamentos e oportunidades de crescer.

O relacionamento dos pais com os filhos adolescentes é uma grande oportunidade de crescimento. Os filhos reeditam a adolescência dos pais e estes conseguem então enxergar o tipo de relação que tinham com os seus próprios pais. Mas nós não sabemos aproveitar as oportunidades por falta de paciência.

Não se forja um diamante ou se extrai outro de uma mina da noite para o dia. Muito cascalho tem de passar em nossas mãos para conseguirmos um pouco de pó de ouro.

 

Sobre o colunista

Nascida em Goiânia, Lúcia converteu-se ao cristianismo aos 17 anos. Mesmo diante de uma carreira promissora como jogadora de vôlei, ela decidiu se dedicar à missão de levar a Palavra ao mundo, de conquistar almas para a vida em Jesus. Aos 19 anos, casou-se com Robson Rodovalho e juntos fundaram a Igreja Sara Nossa Terra. Hoje sãos bispos e presidentes mundiais do ministério evangélico. Teóloga e doutora em Filosofia, formou-se também em Psicologia pela Universidade Católica de Brasília, especializando-se em terapia familiar. É fundadora do mais expressivo ministério liderado pela Sara Nossa Terra, o Arena Jovem. O projeto nasceu em 2003, em Brasília, quando a Bispa Lúcia Rodovalho assumiu o desafio de mobilizar a atenção de milhares de jovens e apresentar-lhes a vida em Jesus Cristo - um caminho que levaria à transformação de suas vidas. Das habilidades que lhes são inatas e das que construiu ao longo da vida com sua experiência profissional, Bispa Lúcia considera sua capacidade de ouvir e entender o outro como o aprendizado mais relevante e decisivo para sua missão de evangelização. Quanto ao foco de seu trabalho, estruturado o projeto Arena Jovem em todo o Brasil, tem se dedicado principalmente ao tema família. Para a Bispa Lúcia Rodovalho, o amor, a base de uma família, germina à luz do respeito, do diálogo e do perdão. E a família é a base sobre a qual se constrói um futuro de realizações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Image Lightbox Plugin