Mensagens

DEUS NÃO RESPONDE ORAÇÕES?

Jesus foi muito enfático nessa passagem quando disse “tudo”. Ele não deixou algumas coisas dentro e outras fora. Disse que tudo que você pedir em oração será feito, mas não disse também tudo que desejar. Até porque tem muitas coisas que as pessoas desejam, mas não têm coragem de orar por elas. Pelas coisas que você não pode orar, Deus não te garante responder. Só responde as que realmente você sabe que são santificadas, que são alinhadas com sua perfeita vontade.

Tem muita gente que deseja que o outro seja, por exemplo, punido. Por espírito de vingança, de raiva, na hora do chilique, mas Deus não garante aquilo que você deseja. Ele diz que tudo que pedindo em oração, recebereis. Tem muita gente que ora e não é respondido. Mas, bispo, Deus não responde todas as orações? Não! Mas, você pode me dizer que Jesus disse aos discípulos que tudo que pedir em oração, crendo, recebereis? Sim, Jesus falou essa frase por causa da figueira que Ele secou.

No versículo 18 de Mateus diz assim: “E, de manhã, voltando para a cidade, teve fome; E, avistando uma figueira perto do caminho, dirigiu-se a ela, e não achou nela senão folhas. E disse-lhe: Nunca mais nasça fruto de ti! E a figueira secou imediatamente. E os discípulos, vendo isto, maravilharam-se, dizendo: Como secou imediatamente a figueira? Jesus, porém, respondendo, disse-lhes: Em verdade vos digo que, se tiverdes fé e não duvidardes, não só fareis o que foi feito à figueira, mas até se a este monte disserdes: Ergue-te, e precipita-te no mar, assim será feito”

A lição aqui é como as orações são respondidas e Jesus disse que você tem que ter fé. Nesse versículo, Jesus lançou uma Palavra sobre a figueira, ela secou e impressionou os discípulos. Não basta ter desejos, mas tem que colocá-los em oração. Não basta orar, a sua oração tem que ser respaldada pela fé. Se você orar com fé, pedir com fé, certamente, todos eles serão respondidos.

Agora você vai chegar em mim e dizer: em quais situações Bispo, as orações não são respondidas? Eu fui na igreja, fiz uma oração lá, fui no culto de terça-feira, culto de milagre, fui à uma célula, no Revisão de Vidas. Está bom, mas vamos ver em quais situações as orações não são respondidas:

Em Mateus 22:29 diz : “Jesus, porém, respondendo, disse-lhes: Errais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus“. Ou seja, não compreendendo as Escrituras, o Poder de Deus. Jesus está dizendo que as pessoas erram porque não conseguem entender ou compreender o conselho de Deus explicitado pelas Escrituras, pela Palavra de Deus. Agora, como é que Jesus falou isso? Em que contexto Ele disse essa frase? Essa frase foi uma resposta de Jesus a pergunta de alguns saduceus. Quem eram os saduceus? Grupo de religiosos que pleiteavam, que divergiam dos fariseus. Naquela época haviam duas correntes. Hoje não tem os católicos e os evangélicos? Naquela época tinham os fariseus e os saduceus. Os saduceus não acreditavam na ressurreição. Eles eram intérpretes da lei, doutores, pregadores, eram pessoas que explicavam a Bíblia. Eles, na sua teologia, não acreditavam que havia ressurreição. Olha que coisa, como alguém pode estudar a Bíblia e não aceitar a ressurreição? Não, a vida acaba neste mundo apenas, acaba no nosso corpo. Era assim que eles pensavam e Jesus diz: de onde vocês tiraram isso?

“No mesmo dia chegaram junto dele os saduceus, que dizem não haver ressurreição, e o interrogaram dizendo: Mestre, Moisés disse: Se morrer alguém, não tendo filhos, casará o seu irmão com a mulher dele, e suscitará descendência a seu irmão. Ora, houve entre nós sete irmãos; e o primeiro, tendo casado, morreu e, não tendo descendência, deixou sua mulher a seu irmão. Da mesma sorte o segundo, e o terceiro, até ao sétimo. Por fim, depois de todos, morreu também a mulher. Portanto, na ressurreição, de qual dos sete será a mulher, visto que todos a possuíram? Jesus, porém, respondendo, disse-lhes: Errais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus. Porque na ressurreição nem casam nem são dados em casamento; mas serão como os anjos de Deus no céu. E, acerca da ressurreição dos mortos, não tendes lido o que Deus vos declarou, dizendo: Eu sou o Deus de Abraão, o Deus de Isaque, e o Deus de Jacó? Ora, Deus não é Deus dos mortos, mas dos vivos”.  Mateus 22:23-32.

Claro que isso não era um fato, mas uma ilustração que eles fizeram. Olha que coisa: um conflito em uma visão teológica  tirou as pessoas da eternidade. Como uma pessoa acha mais fácil abrir mão da ressurreição do que compreender a Bíblia plenamente? Agora isso parece um absurdo hoje. Primeiro que esse costume é totalmente estranho a nós. Tudo que o povo não quer hoje é casar com a cunhada. É assim que as pessoas pensam porque existem muitos conflitos, mas naquela época a descendência era muito importante. Eles tinham muita carência da descendência, não se apagava o nome das famílias. Então tem toda uma compreensão do porque dessa lei de Moisés. Agora, eles fizeram uma teologia em cima disso.

Toda vez que a sua teologia te tira do Reino dos Céus, não desista do reino dos céus, muda a sua teologia. Todas as vezes que a sua teologia te impede de entrar no melhor de Deus, não abra mão do melhor de Deus, mude a sua teologia. As pessoas acham mais fácil não acreditar na ressurreição do que encontrar um maneira de interpretar o texto direito. Jesus diz que se você não compreender o conselho de Deus em plenitude, vai errar. Se você não tiver a capacidade de compreender toda a Escritura, vai tomar decisões erradas, fazer escolhas erradas.

Para você acertar, Jesus colocou no negativo: errais, não conhecendo as Escrituras nem o poder de Deus. No positivo: para você acertar, você precisa compreender a Escritura plenamente e contar com a ajuda e a dependência do poder de Deus.  Somente quem está disposto a entrar na Palavra em profundidade, quem está disposto a depender e a contar com a ajuda do poder de Deus, acerta nessa vida.

Sobre o colunista

Robson Rodovalho é físico graduado pela Universidade Federal de Goiás, da qual também foi professor. Formou-se ainda em Teologia e Filosofia, adquirindo conhecimentos que associa às suas constantes pesquisas no campo da Física Quântica. É fundador, Bispo e presidente do Ministério Sara Nossa Terra, que criou em 1992, ao lado de sua esposa, Bispa Lúcia Rodovalho. Conferencista internacional, ministra palestras sobre temas relacionados à relação entre ciência e fé, gestão, desenvolvimento pessoal e profissional, entre outros. Compositor e cantor, já lançou dois DVDs e sete CDs. Com o título “Sara Nossa Terra, Por Favor”, gravado pela Som Livre, garantiu o Disco de Ouro, em 2013. Rodovalho também é escritor. Seu ultimo livro, Rompiendo las Maldiciones Hereditarias, junta-se a uma bibliografia própria com mais de setenta obras. Entre os títulos de caréter científico, destaca-se Ciência e Fé – O Reencontro pela Física Quântica. Publicado pela editora LeYa, o título ficou por três semanas no topo da lista dos mais vendidos no país da revista Veja, logo após seu lançamento, em julho de 2014. Presidente da Rede Gênesis de TV e da Rede Sara Brasil de rádio, Rodovalho apresenta o programa Vida com Esperança, que vai ao ar diariamente para 22 capitais em sinal captado pelas TVs abertas. A transmissão também é reproduzida pelas rádios. Atuou como deputado federal por um mandato (2007-2010), deixando relevante legado para a sociedade. Entre as suas contribuições, destacam-se as bases da legislação que concedeu isenção fiscal ao microimportador (“sacoleiros”), além da lei que reconhece eventos gospel como culturais, concedendo-lhes os benefícios da Lei Rouanet que garantem financiamento mediante renúncia fiscal. Entre as homenagens que recebeu estão a condecoração como Destaque Nacional da Frente Parlamentar Evangélica (2004), Honra ao Mérito – Comissão Nacional de Defesa dos Direitos Humanos (2009) e Medalha do Mérito Legislativo (2013).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Image Lightbox Plugin