Mensagens

CONSELHOS PARA OS PAIS

Como os pais podem cumprir com eficiência deste ensinamento? Provérbios 22:6: “Instrui o menino no caminho em que deve andar e até quando envelhecer não se desviará dele”. Uma das melhores maneiras é a prática do Culto Doméstico, antes mesmo antes de nascerem os filhos. Quando estes forem chegando, desde pequeninos, participarão com seus pais daqueles instantes de leitura bíblica, de oração, de louvor, de envolvimento com o trabalho missionário por meio da intercessão. Assim, desenvolverão o amor e o compromisso com o Senhor. Entretanto, é preciso tomar cuidado para que o Culto Doméstico não seja um ritual mecânico.

Um valor importantíssimo que deve ser desenvolvido dentro de casa é o exemplo de vida cristã dos pais, no dia-a-dia, nas ações e nas reações, pois os filhos seguem as pegadas dos pais. Muitos pais priorizam mil atividades na igreja em detrimento dos filhos. Podemos ver muitos exemplos disso em lares de líderes das igrejas, em que os pais, ocupados nos deveres santos, deixaram seus filhos em segundo plano. Outro conselho é o de aproveitar todas as oportunidades e circunstâncias para compartilhar do Senhor e da Sua Palavra. Para isso, é preciso ter a Palavra do Senhor no coração. Lembre-se de que a boca fala do que o coração está cheio.

Outro ponto de fundamental importância é a presença e a participação de toda a família numa igreja onde as crianças são valorizadas e há investimento sério de sua liderança na educação bíblica das crianças. Alguns pais apenas apontam o caminho da igreja, infelizmente, mas não participam, não vivem uma vida de comprometimento. A expressão “instrui o menino no caminho em que deve andar” traz a ideia de certificar se a criança entrou no Caminho. Como Jesus é O Caminho, os pais deveriam não apontar este Caminho, mas conduzir seus filhos à salvação, certificando-se de que eles entraram, de fato, no Caminho. Querido papai, você já levou o seu filho a Cristo? O privilégio de evangelizá-lo e de discípula-lo é seu!

Sobre o colunista

Nascida em Goiânia, Lúcia converteu-se ao cristianismo aos 17 anos. Mesmo diante de uma carreira promissora como jogadora de vôlei, ela decidiu se dedicar à missão de levar a Palavra ao mundo, de conquistar almas para a vida em Jesus. Aos 19 anos, casou-se com Robson Rodovalho e juntos fundaram a Igreja Sara Nossa Terra. Hoje sãos bispos e presidentes mundiais do ministério evangélico. Teóloga e doutora em Filosofia, formou-se também em Psicologia pela Universidade Católica de Brasília, especializando-se em terapia familiar. É fundadora do mais expressivo ministério liderado pela Sara Nossa Terra, o Arena Jovem. O projeto nasceu em 2003, em Brasília, quando a Bispa Lúcia Rodovalho assumiu o desafio de mobilizar a atenção de milhares de jovens e apresentar-lhes a vida em Jesus Cristo - um caminho que levaria à transformação de suas vidas. Das habilidades que lhes são inatas e das que construiu ao longo da vida com sua experiência profissional, Bispa Lúcia considera sua capacidade de ouvir e entender o outro como o aprendizado mais relevante e decisivo para sua missão de evangelização. Quanto ao foco de seu trabalho, estruturado o projeto Arena Jovem em todo o Brasil, tem se dedicado principalmente ao tema família. Para a Bispa Lúcia Rodovalho, o amor, a base de uma família, germina à luz do respeito, do diálogo e do perdão. E a família é a base sobre a qual se constrói um futuro de realizações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WordPress Image Lightbox Plugin