Faça sua doação

Mãe com câncer dá a luz e diz que o filho é uma recompensa de Deus

Área de Conteúdo

Mãe com câncer dá a luz e diz que o filho é uma recompensa de Deus

Mãe com câncer dá a luz e diz que o filho é uma recompensa de Deus

partocancer
Foto: reprodução

A vendedora Leidiane Corrêa, de 23 anos, estava no terceiro mês de gestação quando em consultas ao médico, recebeu o diagnóstico de câncer de mama. Não bastasse o sofrimento em receber tal notícia, a jovem ainda teve que enfrentar a dor da separação, pois o marido, com quem era casada há um ano, a abandonou três dias após a retirada de uma mama por causa do câncer.

Mas se você pensa que ela pensou em jogar a toalha e se entregar a doença, está enganado. Ela decidiu manter firme sua fé e foi recompensada por Deus. Na última quarta-feira (14), ela deu à luz João Miguel, em Cuiabá. O bebê nasceu com mais de três quilos e saudável.

Para ela, o nascimento do filho é uma recompensa por todo sofrimento. “Meu filho é, acima de tudo, uma recompensa de Deus por tudo o que passei. Ele é também minha salvação, se não fosse por ele poderia não estar aqui”, afirmou.

Sobre todas as adversidades, ela disse que não deixou se abater e seguiu de cabeça erguida. “Pedi muito a Deus para me dar força e conseguir viver.”

Tratamento
Leidiane ainda tem cinco sessões de quimioterapia agendadas. Ela iniciou o tratamento, que é agressivo, durante a gravidez – o que traz sofrimento tanto para a mãe quanto para o bebê. “Na hora que estava fazendo [a quimioterapia], meu nenê ia mexendo, como se quisesse sair da barriga. Parece que estava pedindo socorro”, relatou.

Como consequência do tratamento, que elimina o hormônio responsável pela produção de leite, e da retirada da mama, a jovem não poderá amamentar. O que também não a fez desanimar. “As pessoas foram muito generosas e doaram muitas coisas. Desde a roupa ao guarda-roupa. Muitas pessoas doaram leite em pó para recém-nascidos e sou muito grata a todos por tudo”, afirmou.

Cisto e câncer
Em julho do ano passado, Leidiane percebeu que estava com um nódulo no seio esquerdo. Exames de ultrassom constataram a alteração e foi receitado um medicamento à jovem, que recebeu ainda a recomendação para voltar ao consultório seis meses depois.

No retorno, foi feito novo ultrassom, que identificou novamente o nódulo. O mesmo remédio foi receitado para Leidiane. Após uma punção, nada de anormal foi detectado. Entretanto, após descobrir que estava grávida, foi feita biópsia e veio o diagnóstico do câncer de mama.

O nascimento do filho exatamente durante o outubro rosa, mês em que os hospitais fazem campanha para prevenção do câncer de mama, é para Leidiane um presente para as mulheres que devem estar atentas à doença.

Com informações do site: g1.globo.com

Compartilhe:
X
Angelo Rocha Desenvolvimento WordPress