Faça sua doação

Líderes da SNT de Criciúma espalham cartas com mensagens motivacionais em terminais de ônibus

Área de Conteúdo

Líderes da SNT de Criciúma espalham cartas com mensagens motivacionais em terminais de ônibus

Líderes da SNT de Criciúma espalham cartas com mensagens motivacionais em terminais de ônibus

Já pensou passar por um terminal de ônibus e receber uma cartinha motivacional de quem você nunca viu? Foi desta forma, um tanto quanto inusitada, que foram surpreendidos os moradores de Criciúma, em Santa Catarina, ao passaram pelos principais terminais e paradas de ônibus da cidade.
A ação idealizada por  líderes da Sara Nossa Terra faz parte da série de mensagens do Arena Jovem #eumeimportosim, que vem de encontro ao Setembro Amarelo de prevenção ao suicídio.  A ação inicialmente foi realizada na cidade vizinha, Tubarão, pelos líderes Cláudio e Marianae Afonso. O resultado foi tão positivo que se estendeu à Criciúma, como conta o jovem João Victor, um dos responsáveis pela iniciativa na cidade.  “Usamos o fator supresa. Esperamos os terminais e paradas estarem vazios, por isso fomos na madrugada, e colocamos as cartinhas para que na manhã do dia seguinte as pessoas já pudessem ter acesso. Nelas tinham além das mensagens, nossos contatos e a rede social da igreja”, destaca.
Foram mais de 20 pessoas envolvidas, todos líderes de equipes, que também escreveram as cartas. Para João Victor, o resultado foi melhor do que o esperado, uma vez que a ação tomou uma proporção grande sendo noticiada até mesmo nos jornais da cidade. “Pessoas que nunca foram à igreja acharam muito bacana a iniciativa. Elas entravam em contato com a gente, porque tinham nossos contatos nas cartinhas,  sem nome, mas com nosso número e marcavam as redes sociais da igreja. Tivemos um retorno muito grande de pessoas agradecendo pela mensagens, dizendo que o dia delas foi melhor por conta das cartinhas. Teve uma pessoa que tinha perdido a mãe e depois da mensagem sentiu um conforto no coração. Foi muito bom fazer parte disso tudo, porque quando saímos da “caixa” e fazemos algo que não faz parte do nosso cotidiano, não é nosso normal eu, particularmente, me sinto muito mais vivo, me sinto muito mais capaz de fazer outras coisas diante de Deus. Sou capaz de amar mais, de buscar mais para Deus e sei que todos tiveram a mesma sensação. A gente faz isso para ganhar mais vidas e com isso, vemos o impacto social que isso gera nas pessoas”, acrescenta.
Confira fotos:

 

Compartilhe:
X
Angelo Rocha Desenvolvimento WordPress