Faça sua doação

Lei declara pena de morte para quem carregar Bíblias na Arábia Saudita

Área de Conteúdo

Lei declara pena de morte para quem carregar Bíblias na Arábia Saudita

Lei declara pena de morte para quem carregar Bíblias na Arábia Saudita

igreja perseguida - CópiaHá alguns dias tem circulado na rede social Facebook a imagem de uma pessoa com os dedos cortados, como forma de punição para quem possuir uma Bíblia  na Arábia Saudita. Mas, a imagem é antiga, e circula pela rede desde 2013, com pedidos de oração pelos cristãos perseguidos.

No entanto, o site Boatos desmente a informação, afirmando que a mesma não é verdadeira. O que teria ocorrido, seria um acidente de escritório, no qual a pessoa fazia uso de uma máquina de triturar papel.

Embora a mensagem e sua imagem sejam falsas, esta é uma realidade muito atual no país e a situação chega a ser ainda pior. De acordo com relatórios de organizações de Direitos Humanos, a lei na Arábia Saudita impõe pena de morte a qualquer pessoa que carregue Bíblias ou distribua materiais religiosos que não sejam muçulmanos.

“A nova lei inclui a importação de todas as drogas ilegais e ‘todas as publicações que tragam prejuízo às crenças religiosas do Islã’”, denunciou a Sociedade Missionária HeartCry, liderada pelo pastor Paul Washer. “Em outras palavras, qualquer um que tentar levar Bíblias ou literatura evangélica para o país terá todo material confiscado, será preso e condenado à morte.”

Alguns repórteres tentaram contato com a Embaixada do país, para esclarecer o assunto, mas ninguém quis confirmar. Embora também, não tenham negado. A ONU também se recusou a comentar sobre o caso.

Compartilhe:
X
Angelo Rocha Desenvolvimento WordPress