Faça sua doação

"Estar na Celebração de Inverno é como se eu estivesse retornando a casa do Pai", diz Maria Nazaré

Área de Conteúdo

"Estar na Celebração de Inverno é como se eu estivesse retornando a casa do Pai", diz Maria Nazaré

"Estar na Celebração de Inverno é como se eu estivesse retornando a casa do Pai", diz Maria Nazaré

Celebrações de Inverno-4Participar da Celebração de Inverno para muitas pessoas é a realização de um sonho. Poder vivenciar tudo que acontece no local é viver dias de milagres. Assim foi para a dona de casa Maria Nazaré, que está na SNT desde a fundação da igreja em Cuiabá, no Mato Grosso, mas nunca teve o privilégio de participar desse grande evento. “Meu marido nunca me deixou participar de nada. Ele dizia que não sabia o que eu queria sendo evangélica, que não mudaria em nada a minha vida”, recorda.

Emocionada, a dona de casa compartilhou como foi a experiência em estar no evento. “Tem sido maravilhosa. É uma realização muito grande estar na Celebração de inverno, é como se estivesse voltando à Casa do Pai. As palavras foram edificantes e me despertou para ser uma líder. Creio que Deus vai me dar muitas almas e sei que saio daqui para ser um boi!”, destaca.

A Celebração em Brasília já acabou, mas certamente dona Maria Nazaré sai com a certeza de que dias melhores virão. Aos poucos a visão distorcida que  seu esposo tinha vem sendo transformada. Ele que era alcóolatra já não bebe mais e com lágrimas nos olhos, a dona de casa conta os planos para o futuro. ” O meu maior sonho é ter o meu marido comigo na igreja. O meu casamento tem sido uma experiência muito grande. Desde o meu batismo evangélico eu tenho orado pelo meu casamento e sei que Deus já está fazendo a obra”, diz.

 

Compartilhe:
X
Angelo Rocha Desenvolvimento WordPress