Faça sua doação

” Enfrentou o bullyng, a depressão e hoje é um líder na Sara”

Área de Conteúdo

” Enfrentou o bullyng, a depressão e hoje é um líder na Sara”

” Enfrentou o bullyng, a depressão e hoje é um líder na Sara”

Esdras Vaz de Almeida, 21 anos, morador de Toledo (PR), conheceu a Sara em 2014 por meio dos tios. No início não aceitou. Chegou a frequentar a Igreja com os primos, mas, mesmo assim não se firmou. Ele era de outra religião. Chegou a enfrentar a depressão por causa do bullying que sofria. Por conta disso, acabou se envolvendo com pessoas do mesmo sexo por causa do que as pessoas falavam dele.  Entretanto, em 2016, decidiu que queria estar na Igreja evangélica. “Queria voltar, mas era tímido. Meus primos tinham se desviado e eu não queria voltar sozinho”, recorda.

Esdras passou por uma forte experiência sobrenatural ao ouvir uma voz chamá-lo por três vezes. “Estava em casa e ouvia uma voz nitidamente chamar o meu nome. Perguntava se era minha mãe me chamando e ela dizia que não. Contudo, logo após, minha mãe associou a experiência espiritual das vozes como uma forma pela qual Deus usou para eu voltar para o Arena. E naquela mesma semana, um rapaz que fazia bullying comigo me pediu perdão e me convidou para eu ir à Igreja. Deste modo, eu nunca mais saí! E aquele rapaz que havia me levado, na outra semana, já não estava mais no Arena Jovem”, lembra.

Na Sara, o jovem pediu ajuda aos líderes, tinha muitos traumas emocionais. “Pensei em desviar da Igreja em 2017 para curtir as coisas do mundo. Meus tios vieram conversar comigo e me ajudaram. No entanto, eu já havia pago as Celebrações de Inverno em Curitiba (PR) e pensei : vou para as Celebrações e depois me afasto da Sara. Mas, naquela Conferência, eu vivenciei dias maravilhosos na Presença do Senhor. Estava muito frio e ao atender ao chamado da Bispa Priscila Rodovalho Cunha, de pessoas que queriam desistir, mas que poderiam ser renovadas naquela noite.  Fui à frente, sendo que estava lotado e me prostrei no corredor.  Senti um calor forte da Presença de Deus , sendo que não estava agasalhado. Foi algo intenso e impactante.  E o que também me marcou muito foi o Arena louvor e a pregação da Bispa Priscila . E, naquele dia, senti um fogo sobrenatural queimando dentro de meu peito e meus líderes profetizaram que eu seria ainda um Pastor no Arena. Minha aliança ao Ministério se consolidou ainda mais. Hoje sou líder de sub- equipe e ainda este ano serei ordenado obreiro”, comemora.

Almeida também é Parceiros de Deus e finaliza a entrevista relembrando sobre um testemunho que vivenciou em 2018 quando estava desempregado. “Fui para uma das Celebrações de Inverno com meu pai ofertando. Também pude fazer o Curso Técnico de Contabilidade e consegui uma moto com a ajuda de minha mãe para também fazer as atividades da Igreja: ir aos Cultos, buscar discípulos, etc. E sou Entregador do Magazine Luíza”, conclui.

Compartilhe:
X
Angelo Rocha Desenvolvimento WordPress