Faça sua doação

Encontro com Deus tira jovem Patrícia Graché das drogas

Área de Conteúdo

Encontro com Deus tira jovem Patrícia Graché das drogas

Encontro com Deus tira jovem Patrícia Graché das drogas

Patrícia Graché chegou à Sara Nossa Terra em um período muito difícil da vida dela. Quando tinha 19 anos, estava no “mundão”, como ela própria define. “Era uma família que não era estruturada. Passei por uma adolescência muito conturbada e difícil. Abusos na infância, vivi no meio de coisas duras e pesadas. Graças a Deus fui encontrada pela Graça Dele. E não quero sair nunca mais”, assegura.

Na época, a então jovem, foi convidada por um amigo de trabalho para ir inicialmente a uma célula. “Teve um dia muito difícil que minha saudosa mãe descobriu que eu usava drogas. Ela e eu ficamos muitos tristes. Naquele dia, encontrei um líder com muita sensibilidade que perguntou se poderia fazer uma oração por mim. Em outra ocasião, fui convidada para ir a uma célula. Ao chegar, gostei do ambiente com a Presença de Deus.  Pensei: estas pessoas são inteligentes, bonitas, etc. Elas não precisam de nada que eu faço e é isto que quero para mim. Tinha acabado de voltar de um show bem pesado”, recorda.

A líder lembra o dia exato da conversão em uma das Igrejas da Sara no Rio de Janeiro. “Daquele dia em diante, nunca mais ingeri bebidas alcoólicas ou fumei. E até lembro do dia exato: 23 de Dezembro de 2004. Comecei a ver as coisas de forma diferente. É como se eu tivesse sido adormecida por anos. Então, encontrei minha vida. O que mudou? Eu não queria casar, eu não pensava em ter filhos. Na realidade, queria viver aquela vidinha para sempre”.

Mas, Deus tinha algo muito maior para Patrícia. “Hoje, sou casada, feliz, tenho uma filha linda e estou conquistando sonhos e respostas, como, por exemplo, faculdade, liderança, amigos. Sou completamente preenchida com meu propósito. Ou seja, sou uma agente do Reino de Deus aqui na Terra. Isto é o mais precioso que tenho. A Sara é um verdadeiro hospital em todas as áreas de nossas vidas. Nos prepara a viver um exército de filhos apaixonados para cumprir uma missão. Diante disto, a Igreja é uma motivação, inspiração e ânimo para podermos arrastar as multidões para multiplicar e levar a mensagem das boas novas e da salvação”, finaliza.

Compartilhe:
X
Angelo Rocha Desenvolvimento WordPress