Faça sua doação

Em nome do amor ao próximo: mulheres da mesma família se reúnem e cortam cabelo para doação

Área de Conteúdo

Em nome do amor ao próximo: mulheres da mesma família se reúnem e cortam cabelo para doação

Em nome do amor ao próximo: mulheres da mesma família se reúnem e cortam cabelo para doação

10488759_10152566011911358_7398221481947631439_oSabe aquela vontade de ajudar ao próximo, fazer um bem a alguém, mas não saber por onde começar? Pois é, assim vivia a jovem Daniele Rodrigues, 27. “Tenho um livro dos sonhos e nele coloquei que esse ano eu queria vivenciar um milagre e Deus colocou no meu coração essa vontade de ajudar as pessoas”, recorda.

O desejo sempre esteve muito presente na vida de Dani, como é carinhosamente chamada por todos, mas mal sabia ela que um sonho poderia revelar tanto. Numa certa noite, a jovem sonhou que alguém  na família recebia o diagnóstico de câncer, foi aí que viu uma oportunidade para colocar sua solidariedade em prática.

Mas essa vontade de fazer o bem a alguém não é só de Dani e, sim, de toda família. A mãe, Denise Rodrigues, 49, confidenciou a filha que tinha muita vontade de cortar o cabelo para doação e, para sua surpresa, Dani também.

As duas mantiveram essa vontade em segredo até que chegasse o momento oportuno. E ele veio de uma maneira que elas não esperavam. Um cunhado de Denise recebeu a tão temida notícia de estar enfermo com câncer.

Mas e aí? Seria agora o momento certo de cortar o cabelo? Foi quando a irmã de Denise disse que assim que o esposo começasse a quimioterapia e os efeitos colaterais surgissem, como a queda de cabelo, também rasparia o seu. Mãe e filha não perderam tempo e aderiram a causa. Logo, 10 mulheres da mesma família estavam engajadas no mesmo propósito. “Eu queria fazer algo para impactar. A gente prega o amor, mas não vive”, destaca Dani.

 A data escolhida para o feito não poderia ser melhor: o aniversário de Dani, dia 07 de agosto. Todas certas da decisão, lá estavam elas no mesmo salão de beleza, como uma espécie de “mutirão do bem”, se desfazendo de algo que para muitas mulheres é até difícil pensar. Cortar não, raspar! Foi isso que Dani, mãe e tia fizeram, acompanhadas de primas que deixaram o cabelo bem curtinho. “O que sobra em mim eu dou pra quem precisa e o meu cabelo estava sobrando. Fiz por amor”, brinca Dani.

A mãe Denise, cheia de orgulho da iniciativa que tomaram não deixou por menos. “Não me arrependo e faria 10 vezes de novo. Achei incrível o carinho das crianças e vi o quanto é importante ter solidariedade”.

E o espírito solidário espalhou também por gente que não era da família. Os cortes dos cabelos foram feitos gratuitamente e um fotógrafo se dispôs a registrar esse momento único sem cobrar nada. Com certeza, os clicks ficarão registrados para sempre na vida de todos. Os cabelos foram doados a Rede Mulher, entidade que faz perucas e distribui a pacientes com câncer.

 Confira fotos:

Compartilhe:
X
Angelo Rocha Desenvolvimento WordPress