Faça sua doação

Em busca da felicidade, Dayana teve vários relacionamentos, mas só encontrou em Deus

Área de Conteúdo

Em busca da felicidade, Dayana teve vários relacionamentos, mas só encontrou em Deus

Em busca da felicidade, Dayana teve vários relacionamentos, mas só encontrou em Deus

b58bbfb33f03b29448c03b55a09fb66a (1)Dayana Lucas cresceu num lar evangélico, conhecia muitas histórias Bíblicas, ouvia falar de Deus, mas não O sentia de verdade em sua vida. Foi quando aos 9 anos de idade e, com uma certa “maturidade”, resolveu aceitar a Jesus. Participativa dos cultos junto com seus familiares, gostava das músicas, de dançar na igreja, porém no auge da adolescência, resolveu conhecer coisas novas. “Eu só via o povo rindo e se divertindo, então resolvi experimentar. A partir daí eu comecei a defraudar o meu emocional, namorando com um e outro. Fazia os meninos gostarem de mim, até que do nada, eu terminava o relacionamento”, conta.

A jovem passou então a se relacionar tanto com homens, quanto com mulheres. Essa busca desenfreada por experimentar novas situações e sentimentos, estava relacionada com um trauma vivido ainda na infância. Aos 12 anos de idade, Dayana foi molestada sexualmente no ambiente familiar, e essas marcas ficaram com ela por muitos anos. “O abuso influenciou a minha vida sexual. Eu olhava para os homens não com olhar de amor, mas de que eles podiam fazer algo de ruim comigo e eu tinha que dar o troco. Já com as mulheres, eu passei a ficar com elas não como opção, mas devido ao meu trauma, a minha insegurança em relação aos homens e por não conhecer um amor de verdade”.

Achando que tinha algum problema,  e com muitas dúvidas quanto a sua orientação sexual, a jovem então perdeu sua virgindade com um amigo, muito mais velho que ela e a experiência foi traumática, como ela diz.  Depois passou a envolver com muitos rapazes até que veio a notícia de uma gravidez. Mas com a ajuda do então namorado, decidiu não seguir com a gestação, praticando um aborto. Feito isso, o relacionamento não mais teve seguimento e Dayana logo tratou de arrumar uma nova companhia.

2b5a7ed47475e5a99f66d8f7a0da6eb9

Passou a namorar e novamente se viu com uma gravidez indesejada e não planejada. Novamente não pensou duas vezes e tentou praticar um aborto. Tomou os medicamentos em uma dosagem duplicada, mas não surtiram efeito. Em um exame de ultrassonografia, soube que havia tido um deslocamento de placenta, mas que a criança estava bem, precisaria apenas de repouso.

Porém, estava decidida a interromper a gravidez. Praticava atividades físicas, tomou vários chás abortivos e quedas espontâneas e nada, até o apoio do pai da criança para dar continuidade à gravide ela tinha, mas não queria ter o filho de jeito nenhum. “Eu passei até o meu 7º mês sem comprar uma fralda para minha filha, uma roupa, porque eu não tinha o desejo de estar com aquela gravidez”.

a523999dcb0c0a970e8571054bd411f8Dayana não podia acreditar no que estava acontecendo. Tantas tentativas para perder o bebê e todas frustradas. Passou então a morar com o pai da criança, mas não por gostar e sim por conveniência. No casamento sofreu muito, apanhava do marido, mas escondia de todos. Com o emocional totalmente abalado, a jovem jogava toda as culpas para os seus problemas na criança. Com isso, o casamento não deu certo e cada um foi para seu lado.

Passados muitas situações difíceis, a jovem começou a sentir a necessidade de Deus em seu coração. Já em um novo relacionamento e por meio de orações desse namorado, a vida de Dayana começou a tomar um novo rumo. O namorado foi uma porta de acesso entre Dayana e Deus. O namoro não vingou, mas mudanças aconteceram.

Em junho de 2014, ela  decidiu mudar de vida, foi quando conheceu a Sara Nossa Terra. No começo relutou, mas Deus já tinha um plano traçado para sua vida. Passou a frequentar o Arena Jovem , participou do Revisão de Vidas, o Instituto de Vencedores e hoje sim, vive uma alegria plena, prestes a se casar com um homem escolhido por Deus. “Hoje eu tenho convicção que Deus existe. No Revisão de Vidas eu olhei para mim mesmo, perdoei e abri meu coração, começando aí a ter a minha vida transformada. Deus me fez amar a minha filha, uma criança que por anos foi rejeitada”, conta.

Compartilhe:
X
Angelo Rocha Desenvolvimento WordPress