Faça sua doação

Culto de Quebra de Maldições (21.08) "Quando andamos errado, ameaçamos a fé em Deus", diz Lucas Cunha

Área de Conteúdo

Culto de Quebra de Maldições (21.08) "Quando andamos errado, ameaçamos a fé em Deus", diz Lucas Cunha

Culto de Quebra de Maldições (21.08) "Quando andamos errado, ameaçamos a fé em Deus", diz Lucas Cunha

Na noite desta terça-feira, 21, o Culto de Quebra de Maldições da Embaixada Sara Nossa Terra, em Brasília, recebeu o Bispo Lucas Cunha.
O livro de 1 Reis 17:1 foi utilizado pelo preletor para dar embasamento à sua ministração, o qual de forma clara explicou a passagem bíblica mostrando que por 3 anos e 6 meses não existiu sinal de Deus e com isso, o povo padeceu. Os animais e pessoas morreram, havia desgraça sobre a terra e tudo isso aconteceu porque o rei Acabe desviou-se de seu caminho, ameaçando assim a grandeza de Deus. Mas então, o Senhor veio e trouxe justiça, por meio de Elias, estabelecendo assim seca sobre a terra e trazendo a convicção de que Deus governa.
“Quando começamos a andar por caminhos tortos, nós ameaçamos a fé no Deus verdadeiro e quando fazemos isso, trazemos para nossas vidas o mal que atua para nos fazer voltar para o lugar, mas não entendemos assim”, observou.
Durante a pregação, bispo Lucas disse ainda que muitas vezes as pessoas querem que a soberania de Deus seja completa em tudo que fazem, gerando assim frustração, mas não é bem assim que acontece porque Deus sempre sabe de todas as coisas e tem planos para a vida de cada um. “Nós muitas vezes questionamos onde está Deus já que estamos na igreja, somos dizimistas, então onde está a proteção do Senhor? Muitas pessoas veem as vitórias de Elias, mas ninguém para para analisar o preço que ele pagou, o quanto ele sacrificou e o que fica para nós é o exemplo de aprendermos a depender de Deus. Aceitar que é Ele que providencia tudo para as nossas vidas”.
Confira fotos:

Crédito das fotos: Gabriel de Souza

Compartilhe:
X
Angelo Rocha Desenvolvimento WordPress