Faça sua doação

Culto de Conexão (31.03) – Laura Souguellis promove noite de reflexão em viver para Deus

Área de Conteúdo

Culto de Conexão (31.03) – Laura Souguellis promove noite de reflexão em viver para Deus

Culto de Conexão (31.03) – Laura Souguellis promove noite de reflexão em viver para Deus

IMG_1351Sabe aquele lugar onde você sente, verdadeiramente, a presença de Deus? Assim é o Culto de Conexão que acontece todas as quintas-feiras na Embaixada Sara Nossa Terra, em Brasília. E nesta noite (31), não foi diferente. Com seu talento e levando a todos a um grau de intimidade maior com Deus, a convidada especial, cantora Laura Souguellis promoveu um momento de louvor e adoração ao Senhor.

Igreja cheia, era lindo ver todos numa só voz, entoando as canções para glorificar a Deus. Chamando a atenção de todos, Laura abordou sobre viver para a aprovação humana ou para aprovação de Deus. Observou que toda manifestação visível é passageira, mas as decisões e movimentos do coração, que nenhum olho humano pode sondar, são eternos. “Deus não vê como o homem vê, que é a aparência, mas Ele vê o coração. Nós como igreja, estamos presos em coisas que se pode enxergar e somos incrédulos no que não podemos ver. Eu sinto que nós seres humanos nos contentamos em parecer ser, ao invés de sermos. Valorizamos o parecer ser, mas do que o ser”.

Compartilhando um pouco do seu testemunho, disse que cresceu em um lar onde não teve a presença do pai, ainda muito pequena os pais se separaram, sendo com isso, órfã de pais vivos. “Eu era tudo para a minha mãe, onde ela me cobrava responsabilidades de um adulto e com isso me tornei uma criança muito ansiosa. Muitas vezes, eu via que como ela me tratava, eu tinha aquilo como verdade absoluta, foi quando o Senhor começou a me despertar para as coisas essenciais”

Laura contou que mesmo o pai muito distante, sofreu muito quando ele faleceu. Nesta época, ela tinha apenas 13 anos de idade. Com a perda do pai ainda muito jovem, ela passou a buscar ainda mais a presença de Deus tendo Ele como substância em sua vida. Dois anos mais tarde, ela sofreu outra perda que foi a morte de sua mãe, foi então que passou a entender que se voltasse contra Deus, aí sim ela não teria ninguém. “Naquela ausência, eu sentia Deus reafirmando a paternidade d’Ele sobre mim. Por isso, se você está buscando o seu propósito de vida, ele pode estar embrulhada na sua dor mais profunda”.

Enfatizou que para viver com o Senhor não é um processo fácil ou sem dificuldades, mas todo esse processo será recompensado, citando como referência Bíblica a passagem de Hebreus 12:5. “No momento de perda, Deus pode sim ser seu maior bem. Na história dos homens da Bíblia você enxerga a dor, e não tem como ser sem dor que o Senhor faz um processo em nós. Então, olhe para o seu sofrimento e veja como ele pode te ajudar. Deus mesmo disse que a dor pode durar uma noite, mas a alegria certamente virá pela manhã. Deus nos disciplina para o nosso próprio bem, para que nos aproximemos da Sua santidade e não é sem dor que uma geração vai se levantar. Eu precisei passar por muitos processos de dificuldades, mas entreguei Aquele que pode transformar todas as maldições em bênçãos”, disse.

Confira fotos:

Crédito das fotos: Ronaldo Caldas

Compartilhe:
X
Angelo Rocha Desenvolvimento WordPress