Faça sua doação

Culto de Conexão (26.05) – Pastor Luciano Sá fala sobre ambiente de adoração fora da igreja

Área de Conteúdo

Culto de Conexão (26.05) – Pastor Luciano Sá fala sobre ambiente de adoração fora da igreja

Culto de Conexão (26.05) – Pastor Luciano Sá fala sobre ambiente de adoração fora da igreja

IMG_6341Uma noite regada por um belíssimo louvor entoado pelo cantor Hélio Borges e banda, onde a unção do Senhor se fez presente a todo momento. Assim foi o Culto de Conexão que aconteceu na Embaixada Sara Nossa Terra, em Brasília. “Adorar ao Senhor traz curas tanto físicas como emocionais. Muitos padecem de dificuldades ou problemas e precisam do Senhor para encontrar o descanso necessário, por isso, o centro de estarmos aqui é e sempre será o Senhor”, destacou o pastor Luciano Sá, responsável pela partilha da Palavra da noite.

Ainda tomados pelo ambiente de adoração proporcionado durante o louvor, pastor Luciano Sá trouxe para os presentes alguns direcionamentos para que possam trazer o ambiente de louvor e adoração para o dia a dia. “Como dar continuidade a essa unção acontecida durante o louvor? Como traduzir o ambiente da Casa do Senhor para a sua vida?”, indagou.

Citando a passagem Bíblica de Hebreus 13:15 que fala sobre o louvor, o preletor destacou que Jesus precisa ser confessado na igreja, mas também lá fora, porque Ele está em seus filhos. Observou que isso pode ser feito durante um momento que é reservado para adorar a Deus, porque isso é declarar e confessar o nome de Jesus, independente de qualquer coisa. “Quando nós cantamos a Deus, nós esquecemos de barganhar as coisas com Ele, porque para adorar e louvar não é preciso querer algo em troca. Ele é o Rei dos Reis e Senhor dos Senhores e quando você tem uma vida de adoração e louvor, você começa a viver dias diferentes, porque Deus lhe dá um descanso e lhe leva para outros ambientes. No ambiente de louvor e adoração é o Espírito Santo que comanda. Não importa o seu timbre de voz e adoração, mas você adora do seu jeito, em Espírito e verdade”.

Enfatizou que esse mesmo ambiente que se encontra durante o louvor na igreja, pode e deve ser o mesmo ambiente fora, como por exemplo no emprego, na família, em todos os lugares, porque Deus quer assim. “Nós fomos formados por Deus com alma, corpo e espírito e uma série de sentimentos estão na alma que precisam ser conduzidas pelo seu espirito, mas o louvor não habita na alma, na carne, mas sim no seu espirito. Quando Deus nos formou, Ele nos deu um espírito para que seja a porta de entrada do Espírito Santo d´Ele e quando isso acontece, o Espírito Santo toma conta de tudo e assim não há tempo de pensar em dificuldades e momentos ruins, por isso, crie rotinas que te propiciam momentos de louvor e adoração, não é fácil, mas isso é amor, e é muito gostoso. Não podemos perder tempo hoje, pare um momento para Deus, porque a adoração e o louvor produzem coisas positivas na nossa vida”.

Para finalizar, citou como exemplo prático na Bíblia de homens que não temeram as circunstâncias e adoraram a Deus. Foram eles Paulo e Silas que foram injustiçados, expulsaram demônios de uma jovem e foram presos, sob condições desumanas, em um ambiente insalubre, mas mesmo diante disso, eles adoravam a Deus, cantavam hinos e louvores nesse ambiente inadequado. ” Sabe por que isso aconteceu? Porque o espirito humano deles estava unido ao Espirito Santo de Deus e a Bíblia diz que as selas se abriram e toda a família dos carcereiros foram convertidos a Deus. Então, peça a Deus que te dê um ambiente propício para vencer as batalhas, porque é isso que precisamos. Quando conseguimos orar de maneira genuína e verdadeira, isso atinge todas as áreas da vida e mesmo as situações que pareciam não ter solução, Deus começa a mover em teu favor”, disse.

Confira fotos:

Crédito das fotos: Ronaldo Caldas

Compartilhe:
X
Angelo Rocha Desenvolvimento WordPress