Faça sua doação

Culto de Conexão (13.10) Cristina Rodrigues fala sobre a história de Dalila e propósito

Área de Conteúdo

Culto de Conexão (13.10) Cristina Rodrigues fala sobre a história de Dalila e propósito

Culto de Conexão (13.10) Cristina Rodrigues fala sobre a história de Dalila e propósito

img_5855A história de Dalila tem mais para ensinar do que se pode imaginar. Ela usou todos os seus objetivos e metas para alcançar o propósito que tinha traçado para si. Com uma reflexão sobre o tema, a missionária Cristina Rodrigues afirmou na noite desta quinta-feira (13), que Deus tem um propósito de plenitude para a vida de cada um de seus filhos, são eles que desviam desse caminho, como fez Dalila.

“Desde que você foi gerado no ventre de tua mãe ele te separou para ser agente de libertação na vida de outras pessoas. Ninguém nasce sem propósito. O seu propósito aqui na terra é ser abençoado e que essa bênção transborde na vida de outros”, disse Cristina. Tendo por base a passagem de Juízes 13, destacou que o inimigo quer tirar os filhos de Deus do propósito.

Dalila nasceu com um propósito, mas o inimigo a cercou. Sansão era um sonho, um homem poderoso, rico e forte. Todos queriam estar a sua volta, inclusive mulheres. Cristina enfatizou em sua reflexão que, da mesma forma que muitas pessoas tem debilidades e fraquezas, todos também podem ter. “Por que as pessoas cedem a impulsos que mais tarde as levarão ao fracasso? Geralmente pela necessidade de aceitação sem questionamento e para amaciar o ego, pode ser a resposta”.

Citou ainda, que a carência faz com que as pessoas façam e entrem em situações que não precisam. Dalila era uma mulher focada, ela não perdeu tempo e sabia quem era Sansão, que ela fazia o tipo que ele gostava. “Dalila tinha o propósito de ganhar dinheiro com a queda de Sansão. Se ele não tivesse cedido aos seus impulsos e viver a vida como deveria, ele não teria se encantado por aquela mulher. Mas, ela tinha foco, ela sabia usar o momento e a situação. Mesmo sendo repetitiva ela não desistia. Você sabe alcançar o que tem de melhor para alcançar o seu propósito. Muitas vezes conhecer a nossa fraqueza é mais importante do que reconhecer a força. As nossas debilidades nos deixam sem foco. Elas evitam um posicionamento acertivo”, completou.

Confira as fotos:


Créditos: Ronaldo Caldas

Compartilhe:
X
Angelo Rocha Desenvolvimento WordPress