Faça sua doação

Cristãos do Iraque temem extinção por causa da perseguição

Área de Conteúdo

Cristãos do Iraque temem extinção por causa da perseguição

Cristãos do Iraque temem extinção por causa da perseguição

Captura de Tela 2016-04-01 às 19.23.59A comemoração da Páscoa pelos cristãos iraquianos misturou o sentimento de celebração com o medo. Isso porque as igrejas poderiam ser alvo fácil de ataques do grupo terrorista Estado Islâmico.

A comunidade teme que em um futuro próximo não haja mais cristãos no Iraque por conta da perseguição praticada pelos terroristas.

“Nós estamos ameaçados de extinção. Essa é uma palavra dura, mas a cada dia estamos acabando. Nosso povo está viajando, emigrando”, disse o padre Muyessir al-Mukhalisi, de uma igreja ao leste de Bagdá.

Quando o EI tomou a cidade de Mosul, em 2014, os cristãos foram forçados a fugir. Os locais religiosos cristãos, ainda que centenários, foram destruídos pelos militantes jihadistas que acabaram com a presença do cristianismo na região.

O mesmo acontece em outras cidades tomadas pelos terroristas que forçaram milhões de minorias religiosas a deixarem suas casas para evitar o sequestro de suas mulheres e crianças e a morte dos homens.

Agora as forças iraquianas, com apoio dos Estados Unidos, tentam retomar a cidade e desocupar a área que é controlada pelo EI.

Enquanto a luta pelo controle da cidade continua, os ex-moradores sentem medo de voltar para suas casas.

“Nós não podemos voltar. Nossos vizinhos vieram e tomaram nossa casa. Eles queriam nos pegar como reféns e tomar todos nossos objetos de valor”, disse Huda Meti Saeed, 30 anos, que deixou Mosul com sua família há dois anos.

Fonte: Gospel Prime

Compartilhe:
X
Angelo Rocha Desenvolvimento WordPress