Faça sua doação

Congresso de Mulheres em Brasília lota campus Arena

Área de Conteúdo

Congresso de Mulheres em Brasília lota campus Arena

Congresso de Mulheres em Brasília lota campus Arena

mosaicocongresso-de-mulheres_thanks_600x600Nem o dia nublado e chuvoso em Brasília, desanimou as centenas de mulheres que estiveram presentes no Congresso Mulheres Vencedoras, em Brasília.

O cantor Hélio Borges trouxe seus sucessos do álbum Além do Véu logo cedo. Na sequência, Bispa Lúcia Rodovalho iniciou sua palavra profetizando sobre cada uma o tema do congresso. “A expressão de levanta e brilha é o indicativo de mudança, isso significa que alguma coisa vai acontecer, que algo vai mudar. Quando Deus faz mudança, Ele faz para o bem e não para o mal, Ele quer trazer coisas novas”. A preletora utilizou o texto de Isaías 62 e afirmou que o profeta destacava a importância de se levantar e se posicionar, de deixar que a luz de Deus aja em nós.

Competência emocional foi o tema escolhido por Bispa Ana Maria Almeida para sua preleção, que chamou a atenção das presentes sobre vencer o desânimo e a tristeza. A preletora ensinou que competência emocional quer dizer que a vida vai te ferir, e quando ela te ferir e a alegria acabar, Deus vai fazer um vinho melhor na sua vida. “Quando você sofre um abandono ou uma frustração, a sua alma sente dor. Nós mulheres somos extremamente sensíveis, e isso pode ser a nossa maior força ou a nossa maior fraqueza. Quando você sentir dor precisa saber o que fazer. As mulheres ou se afundam na tristeza ou fazem de conta que ela não existe, escondem a dor. Busque a alegria até que o vinho volte”.congressodemulheres2016

Bispo Robson Rodovalho encerrou as preleções da manhã e encorajou as mulheres a brilharem em qualquer lugar, colocando luz nesta geração. Baseado na passagem Bíblica de Lucas 8:16, disse que há situações que abafam e situações que escondem. Ensinou as mulheres que não tentem mandar em seus maridos, não tentem competir com eles. “A sabedoria é mais eficiente que a força. Ao invés de você usar a força e gritar, converse, pergunte. Enquanto você brilha, mostra que o seu marido é grande”.

No período da tarde, Eli Soares ministrou o louvor e em seguida, Bispa Ana Maria Almeida continuou sua
Palavra afirmando que é preciso aprender a lamentar, o que é diferente de murmurar. “O povo do Egito murmurava, mas Davi lamentava. O que cura é quando você para diante de Deus e lamenta, e pede, mas paralisa diante de Deus. Você não pode viver sem saber o que fazer nas boas e nas situações difíceis. Nós temos que aprender que a vida tem fases, montes e vales. Você tem que aprender o que fazer lá, você tem que ser competente suficiente para saber o que fazer”.

congressodemulheres2016

Pastora Ana Lia Clerot indagou em sua preleção: “Você tem estado mais preocupada com a ausência ou com a presença?Quando nosso foco está no que nos falta, qual o sentimento que nos vem?”. A preletora ensinou que geralmente o que vem é insegurança, medo, infelicidade e quando as pessoas ficam focadas nesse não ter, parecem que menos tem. “Precisamos mudar a nossa maneira de pensar. Nós mulheres somos extremamente ligadas aquilo que nós vemos, mas temos que estar atentas se a mídia está nos controlando.”

img_7847

Destacando o tema mãos fortes e joelhos que se dobram, Bispa Priscila Rodovalho Cunha afirmou que mulheres de mãos fortes são aquelas que são fortalecidas no Espírito Santo. “Muitas vezes recebemos notícias ruins e não sabemos como lidar. Nossas emoções são ruins, precisamos fortalecê-las”.

Confira as fotos:

Créditos fotos: Ronaldo Caldas

Compartilhe:
X
Angelo Rocha Desenvolvimento WordPress