Faça sua doação

Celebração na Embaixada recebe Hélio Borges e pregações do pastor José Mayorquin e Lucas Cunha

Área de Conteúdo

Celebração na Embaixada recebe Hélio Borges e pregações do pastor José Mayorquin e Lucas Cunha

Celebração na Embaixada recebe Hélio Borges e pregações do pastor José Mayorquin e Lucas Cunha


2O clima era de intenso louvor e adoração na manhã desta sexta-feira (10), na Embaixada Sara Nossa Terra, em Brasília, para mais um dia de Celebração de Inverno. O louvor ficou a cargo do cantor Hélio Borges, que deixou o ambiente ainda mais intimista e de pura conexão com o Senhor. “Conheci o trabalho do Hélio desde que ele lançou o CD, e inclusive falava com os meus líderes para utilizar as canções dele no ministério, porque são muito fortes, atraem a presença de Deus para a nossa vida”, comenta a estudante Rose Santana, de Dourados (MS).

A primeira palavra foi realizada pelo fundador do Ministério Casa de Dios, pastor americano José Mayorquin, que trouxe uma direção para que os presentes saibam reconhecer os inimigos que o impedem de crescer. Em sua abordagem utilizou o livro de Esdras 4 que fala que o inimigo se apresentou como um amigo, alguém que se podia confiar, para desviar o povo de Deus da sua restituição. ” O inimigo sempre vai procurar que você desista do seu propósito, da sua restituição, por isso Deus te trouxe aqui, porque conforme aumenta a sua caminhada com Deus, a sua fé cresce”.

Chamando a atenção de todos, citou que existem alguns tipos de inimigos que é preciso ter discernimento para reconhecer que pode ser um amigo, o desânimo, a intimidação e a frustração. “O inimigo sempre vai procurar circunstâncias que te dão medo, mas é importante você entender que a sua restituição é muito maior que você mesmo. Você não precisa de todas as pessoas ao seu lado, mas das pessoas certas. Você reconhece o inimigo quando conhece a Palavra e você se conecta com espírito da verdade e ele rejeita o espírito de engano”. 

_MG_0720-2
Raiany Aparecida

Uma ministração, sem dúvida, muito impactante como destacou a estudante Raiany Aparecida de Dourados (MS), que esteve pela primeira vez na Celebração. ” Com essa palavra eu me senti mais renovada. Conseguir compreendê-la e sei que vou poder levar para a minha vida. Mesmo sendo nova, eu consigo enxergar o que pode melhorar na minha vida, no meu ministério e agora ver aonde estão os inimigos, que muitas vezes a gente não sabe identificar”.

A última condução da palavra foi feita pelo Bispo Lucas Cunha que destacou que muitos sabem que têm fé, mas não têm a dimensão do nível da sua fé. “Nós não temos um nível de fé como acreditamos, ela é muito menor do que achamos e ausência da fé nos impede de gerar resultados maiores. A fé é ação, esforço e atitude”, disse.

Observou que existem pessoas que não são cristãs, mas que obtém os resultados esperados porque são de disciplina, de execução e são racionais. Na sua abordagem destacou a passagem Bíblica de Hebreus 11:1 que diz que a fé é a certeza e a prova do que não se vê. “A fé me dá provas que as coisas vão acontecer. Eu sempre trabalho mais conceitos, valores e princípios e se entendermos aonde estamos falhando e a gente cresce, porque a gente concerta”.

_MG_0795
Jediael e Janaina

O casal de Niquelândia (GO) Jediael de Souza e Janaína Silva era só elogios com as pregações. “Nós estamos na igreja há seis meses e ficamos impressionados com a quantidade de pessoas que eles conseguem puxar para a igreja. Como moramos em cidade pequena pensamos que as pessoas também têm pensamento pequenos e aqui vemos que as pessoas não têm medo de investir, mas também estamos com muitos projetos para até o começo do ano que vem e temos fé que já deu tudo certo”.

.

.

.

 Confira fotos:


Fotos: Lucas Hessen

Compartilhe:
X
Angelo Rocha Desenvolvimento WordPress