Faça sua doação

Bruna Marquezine diz que conheceu a Deus em uma célula

Área de Conteúdo

Bruna Marquezine diz que conheceu a Deus em uma célula

Bruna Marquezine diz que conheceu a Deus em uma célula

Recentemente a atriz Bruna Marquezine foi entrevistada pela também atriz e amiga, Fernanda Souza. Em um papo descontraído, elas falaram sobre as curiosidades da vida da entrevistada e suas experiências com Deus. Durante a entrevista, Marquezine foi descrita por Fernanda Souza como “uma menina de muita fé”.
“Eu sempre conheci a Deus. A minha família é cristã, a minha mãe é uma pessoa muito religiosa, então eu nasci já sabendo quem Ele era. Mas eu criei um relacionamento com Ele, porque eu acho que Deus é isso, é relacionamento , um pouco mais velha, porque você conhece, mas até você experimentar, ter as suas experiências com Ele, não sei, mas o meu relacionamento muito totalemente desde a primeira vez que tive a minha primeira experiência com Ele “, disse Bruna.
Marquezine contou ainda que ao estudar em uma escola americana cristã foi convidada a participar de uma célula e ali ela sentiu pela primeira vez a presença de Deus.  “E aí eu comecei a buscar a Deus sozinha, sem os meus pais. Eu comecei a ler a Bíblia, coisa que eu nunca tinha feito. O lugar que eu experimentei pela primeira vez a Deus foi em uma célula. Foi uma das primeiras vezes que eu senti a presença Dele. Aí o negócio fica sério. Até então você só sabe que Ele é um cara legal, mas quando você experimenta…”, contou.
Fernanda, que passou a frequentar algumas células com a amiga, também relembrou sua primeira experiência com Deus. “Eu me lembro do final, quando as luzes estavam apagadas e eles estavam louvando, eu olhava aquilo e não acreditava. Eu olhava para a Bruna e falava: ‘O que é isso?’”, contou a atriz. “Porque é muito forte”, completou Bruna.
“Era Deus ali. Eu não tinha dúvidas. Era um negócio que arrepiou tudo”, observou Fernanda.
“Porque a célula é um lugar mais íntimo. Você está ali só com pessoas que você conhece”, continuou Bruna. “Imagina uma casa só com amigos, as luzes apagadas, a presença de Deus ali, todo mundo louvando, cantando. Era tão bonito, porque a gente sempre fazia essa célula sexta à noite. Ver tantos jovens reunidos sexta à noite, louvando a Deus… Toda vez que eu estava ali eu me arrepiava da cabeça aos pés e a presença Dele era sempre muito forte”.
Com informações do site guiame.com.br

Compartilhe:
X
Angelo Rocha Desenvolvimento WordPress