Faça sua doação

Três elementos de transformação que operam na Igreja

Área de Conteúdo

Três elementos de transformação que operam na Igreja

Três elementos de transformação que operam na Igreja

Para que se produza a transformação de Deus em nossas vidas, encontramos três elementos operando na vida da Igreja do Novo Testamento. O primeiro elemento era o próprio ministério da palavra em força e ênfase original. À medida que o tempo passa, a semente tem se enfraquecido e, por sua vez, gera frutos mais fracos e deficientes. Há necessidade de uma palavra forte, com unção e autoridade profética, produzindo frutos segundo o Novo Testamento.
Portanto, o primeiro elemento é a própria semente da palavra, que tinha um poder e um enfoque diferente também. Por enfoque queremos dizer o ensino. A palavra pregada já trazia as aplicações corretas nas vidas das pessoas. O ensino de Jesus e dos apóstolos era tão claro e prático, que os novos convertidos relacionavam sua conversão com ações práticas.
O desafio apresentado pela Igreja hoje, salvo exceções, é para se experimentar uma emoção ou um sentimento diferente, e não uma vida diferente. 
Já o segundo elemento que produzia vidas transformadas na Igreja foi o ensino enfocado de forma correta. Não apenas levar as pessoas a experimentarem sentimentos diferentes, mas entenderem que a experiência mística tinha que substancializar-se em ações práticas de obras de Deus através de suas vidas.
Em terceiro lugar, encontramos os dons do Espírito operando por meio da Igreja para gerar as transformações necessárias. A Igreja estava equipada com todos os dons distribuídos por Deus.
A ação destes dons na vida prática da Igreja do Senhor trazia uma força a mais e o temor necessário, como no caso de Ananias e Safira e o apóstolo Pedro. A palavra de conhecimento na vida de Pedro e dos apóstolos exigia seriedade por parte da Igreja a eles comprometida. Os dons do Espírito atuavam também como meio para produzir cura nos novos convertidos.
Paulo nos diz que os segredos do coração serão descobertos, portanto, estes três elementos: a Palavra, o ensino correto ou enfoque certo, e os dons que equipam a Igreja, agiam para produzir transformações em cristãos segundo a vontade de Deus.
“Ora, os dons são diversos, mas o Espírito é o mesmo…” (I Co. 12:4-11). “Porque, pela graça que me foi dada, digo a cada um dentre vós que não pense de si mesmo além do que convém; antes, pense com moderação, segundo a medida da fé que Deus repartiu a cada um…” (Rm. 12:3-8)…. Ananias, porque encheu satanás teu coração, para que mentisses ao Espírito Santo… Porque entrastes em acordo para tentar o Espírito do Senhor?” (At. 5:1-11)…. tornam-se-lhe manisfestos os segredos do coração, e, assim, prostando-se com a face em terra, adorará a Deus, testemunhando que Deus está, de fato, no meio de vós” 

 

Compartilhe:
X
Angelo Rocha Desenvolvimento WordPress