Pior do que ter um recurso esgotado, é não ter mais como esticá-lo – Sara Nossa Terra

Pior do que ter um recurso esgotado, é não ter mais como esticá-lo

Ter seus recursos esgotados significa que você já está dormindo o mínimo possível, está trabalhando como um louco desesperado, não tem brecha na sua agenda, não tem um dia, noite ou final de semana livre – o calendário está fechado.

As pessoas confundem “recursos esgotados” com “sair da zona de conforto”. Muitas vezes, os recursos se esgotam, mas você ainda tem uma margem de manobra. Um exemplo disso é quando alguém está endividado, mas tem um tempo e disponibilidade para arrumar um segundo emprego ou exercer uma segunda atividade para conseguir mais renda. Ou mesmo quando pode cortar gastos excessivos para reorganizar suas finanças, negociando, assim, uma melhor forma de pagar. Ou então, falando de liderança, trata-se de alguém que não tem um calendário sistemático de reuniões com sua equipe. Quando um líder se afasta de sua equipe, ela perde sua força e coesão e, mais cedo ou mais tarde, trabalhará em outra direção, diferente daquela que o líder a orientou.

Eu conheço pessoas que estão realmente esgotadas, pastores e bispos que pregam até sete vezes por semana, fazem programas na rádio e na TV, criam conteúdo para mídias sociais, fazem vídeos falando das campanhas, atendem ao povo etc. São pessoas que estão literalmente esticadas. Porém, há muitos outros casos de pessoas que ainda têm fôlego para fazer mais. Quem tem gordura, tem de queimá-la primeiro, para só depois chorar aos pés da cruz. Antes de pedir milagres, de multiplicar a equipe e seu negócio, é preciso trabalhar forte, deixar a preguiça de lado, buscar estratégias para produzir mais e melhor.

Muita gente que antes estava completamente esticada, começa a perceber que ainda pode dar um pouco mais – que pode ser esticada um pouco mais.

Voltar pra igrejas

Faça um comentário

X
Evento Teste