NÃO TENHA MEDO DO AMOR – Sara Nossa Terra

NÃO TENHA MEDO DO AMOR

É preciso entender que todas as pessoas que passaram por nossas vidas, de alguma forma, contribuíram para nos fazer pessoas melhores.

Quando Deus nos criou Ele nos fez com uma necessidade muito específica e especial de sermos amado, mas também com a capacidade de amar. Mesmo que não nos sintamos capazes de amar a nós mesmos e ao outro, precisamos saber que isso é normal e até muito comum. O que não podemos aceitar é passar por essa vida sem viver essa experiência maravilhosa e única que nos faz efetivos seres humanos, segundo a imagem de Deus, de amar ao outro sem pensar em nós mesmos.

A primeira barreira que precisamos vencer é o medo. Quantas pessoas não amam por medo? Foram tão rejeitadas na infância, riram delas. Ou conviveram com pessoas que estavam ocupadas demais para lhes darem um pouco de atenção. Nunca foram ensinadas a dar e nem receber amor. Se tivermos alguns desses insights, é um bom sinal, pois é o primeiro passo para o nosso crescimento.

Precisamos nos conhecer. John Paul em um de seus livros disse que “nossas vidas são modeladas pelas pessoas que nos amam e por aquelas que se recusam a nos amar”. Quer aceitemos ou não esse fato. Precisamos compreender que mesmo passando por problemas nossos pais, de alguma maneira, estavam tentando nos proteger.

Relacionamentos significam riscos. Não recebemos certificado de garantia de perfeição das pessoas que conhecemos e com que nos relacionamos. Não há como trocar de cônjuge depois de um período de casamento porque o marido ou esposa, não corresponde ao que se esperava. A única garantia que temos é de que todas as pessoas passarão por nossa vida irão contribuir para nos fazer pessoas melhores. Se tivermos desejo de crescer, teremos aprendido alguma coisa.

É necessário que tenhamos compreensão do nosso passado, das nossas raízes, família, não de forma periférica, mas profunda. O passado não tem poder sobre nós se soubermos lidar com ele. O que faz com que o nosso passado não tenha força sobre o presente e o nosso futuro é a maneira como lidamos com ele hoje, agora. Decida mudar!

Voltar pra igrejas

Faça um comentário

X
Evento Teste