Faça sua doação

Crises não derrotam os valentes; elas os revelam

Área de Conteúdo

Crises não derrotam os valentes; elas os revelam

Crises não derrotam os valentes; elas os revelam

A vida tem períodos de crises e elas acontecem em nossas vidas simplesmente para nos fazer mais fortes, não para nos derrotar. Mas como equilibramos as aflições e a felicidade diante dessa situação? Só existe uma maneira: enfrentar as crises, passar por elas e vencê-las. Jesus diz para termos bom ânimo, porque assim como Ele passou pelas aflições e as venceu, nós também passaremos por elas e as venceremos.

No idioma chinês a palavra crise é representada pelo mesmo ideograma que a palavra oportunidade; crise é uma casinha com a porta fechada, enquanto oportunidade é uma casinha com a porta aberta. Uma crise se torna uma oportunidade: jamais conseguiríamos um emprego melhor, se não tivéssemos perdido o anterior. São situações de aperto que nos levam a encontrar saídas, novas soluções e novas oportunidades. As crises revelam dons e oportunidades, potenciais latentes em nossas vidas, tesouros dentro de nós. Crises não derrotam os valentes; elas os revelam.

Entenda que a crise pode ser um impasse ou uma oportunidade. Todas as crises a que nós sobrevivemos anunciam um período de transição em nossas vidas; passaremos para uma nova fase em nossas vidas. Mas o que define a nossa decisão na hora da crise é onde vamos e até onde vamos é a nossa determinação. Se dependermos de qualquer outra coisa, a crise pode nos derrotar.

O diferencial que temos em nossas vidas é o que fazemos quando outros param. Onde os outros param, nós continuamos; quando outros já chegaram ao seu limite, nós o ultrapassamos e damos um pouco mais de nós. E nós continuamos; nós não paramos por cansaço, nem por nossas emoções, nós só paramos quando alcançamos os resultados que queremos.

Quando estamos em crise, precisamos seguir o manual e os instrumentos como um piloto de avião que durante uma pane, esquece os sentimentos e segue as regras do manual. Nós cristãos também temos um manual, e este é poderoso: a Bíblia.

 

Compartilhe:
X
Angelo Rocha Desenvolvimento WordPress