DESCOBRINDO AS RAÍZES DA CRISE – Sara Nossa Terra Doe agora

DESCOBRINDO AS RAÍZES DA CRISE

Na maioria das vezes, uma crise não nasce do dia para a noite, ela nasce de um conflito já existente, mas que não foi tratado de maneira adequada. Às vezes é mais fácil protelar do que resolver situações que de certa forma nos incomodam. É como o tratamento de um machucado, que, ao limpar e medicar, gera dor, mas que só assim podemos ter a certeza de que aquilo não irá gerar uma infecção e um problema ainda maior.

Assim também é a nossa vida. Se olharmos com nossos olhos espirituais, veremos que carregamos pesos, situações que nos machucaram, emoções que não foram curadas, pessoas para as quais não liberamos perdão. Esse é um peso extra que devemos dispensar no altar do Senhor. Devemos nos livrar desse peso para que nossa caminhada fique mais leve.

Se você quer caminhar com Deus e ter êxito em sua vida, precisa se livrar dos pesos espirituais.  Mas o que são esses pesos? Conflitos não resolvidos? Há pessoas que não conseguem fluir em diversas áreas da vida e não entendem que estão carregando mais peso do que podem suportar. Uma pessoa com conflitos não consegue ser livre para romper ministerialmente e nem mesmo emocionalmente, ela não consegue orar e nem crer em milagres. Não consegue administrar os problemas que surgem e isso se reflete diretamente em sua caminhada cristã. Então é imprescindível que essa pessoa primeiramente resolva esses conflitos.

Conflitos não resolvidos são a causa do tropeço de muitas pessoas. Algo muito importante para ser observado é que o tempo não resolve conflitos, só os pioram. A vida é cíclica. Portanto, aquele problema que você tinha, se não for resolvido, irá refletir sobre o seu casamento e não sendo tratado, voltará depois com juros para alguém que você ama muito mais.

Entretanto, não é uma tarefa que se consiga realizar sozinho, porque o próprio conflito obscurece a visão. Contudo, quando você compartilha o problema com outra pessoa, o quadro fica claro e se torna mais fácil organizar o coração. Por isso é tão importante tem um acompanhamento adequado nessa área. Não carregue problemas à “prestação”. Eles não vão se resolver por si só e a fatura, e a fatura quando vier, pode ser muito alta.

Voltar pra igrejas

Faça um comentário

X
Evento Teste