Faça sua doação

Aprenda a lidar com as mudanças!

Área de Conteúdo

Aprenda a lidar com as mudanças!

Aprenda a lidar com as mudanças!

Elias e Daniel eram profetas, servos de Deus, usados poderosamente, mas eles tinham estruturas diferentes. Hoje, todos querem ser Elias, porque “ele faz orações poderosas, derrama fogo do céu, aparece, desaparece e ninguém vê, vive sozinho no deserto, longe de tudo e de todos, não perturba, não cria problemas.” Daniel, por outro lado, era tranquilo e de temperamento oposto. Elias, embora tivesse experimentado um poder sobrenatural na sua vida, fugiu de uma rainha Jezabel, demonstrou fragilidade nos momentos mais importantes de sua vida, enquanto Daniel colocou cinco impérios de joelhos. Ele enfrentou a cova dos leões sem medo, desafiou a ordem do rei e abria a janela para orar de joelhos.

A estrutura de Daniel era de aço, enquanto Elias era o show, o fogo, tinha uma estrutura emocional frágil. Ele se estressou muito diante de sua meta, que estava muito distante daquilo que ele queria. Elias não teve estrutura para viver a plenitude. Daniel tinha estrutura interior fortíssima. Nem mesmo o rei Nabucodonosor conseguiu vencer Daniel. No reinado do maligno filho de Nabucodonosor, ele ficou esquecido até que o rei precisou de alguém para decifrar os escritos na parede. Daniel não tinha problemas em viver esquecido. Ele tinha estrutura para saber que, no momento certo, o Senhor o usaria.

Há momentos em que você se sentirá esquecido pelas pessoas, mas isso faz parte de seu treinamento e propósito. Quem está em comunhão com Deus, não precisa ficar “bicudo” porque não é o protagonista, pois, na hora em que precisarem discernir sinais, você será chamado. Daniel sabia disso. O ambiente, a cultura, os sinais mudavam, mas Daniel era o mesmo, ele sempre estava na unção de Deus.

Aprenda a lidar com as mudanças. Nem sempre você será chamado para os palcos ou será o centro das atenções. Porém, você poderá trabalhar em uma nova função que lhe ajudará em seu ministério e igreja. Talvez você não tenha mais o mesmo “pique” para estar à frente de tudo, mas com certeza tem muitas experiências para compartilhar e pode ser o mentor das novas gerações. Elias se estressou e fugiu quando estava esgotado. Daniel submergiu e continuou firme no Senhor, sabendo que, se o Senhor quisesse usá-lo novamente, ele estaria ali, disponível.

E aí? Vai seguir como Elias ou ser resiliente como Daniel?

Compartilhe:
X
Angelo Rocha Desenvolvimento WordPress