Faça sua doação

Bispo Lucas Cunha ministrou no domingo sobre o líder carismático

Área de Conteúdo

Bispo Lucas Cunha ministrou no domingo sobre o líder carismático

Bispo Lucas Cunha ministrou no domingo sobre o líder carismático

Nos cultos de domingo, 2, presencial e on-line, direto da Embaixada Sara  Sara Nossa Terra, no Momento do Altar, conduzidos pelos pastores Diego e Úrsula Kort, houve libertação, transformação, renovo e restauração.

Na explanação da palavra conduzida pelo bispo Lucas Cunha, com base no livro de Ester 2: 8-9 , retratou-se sobre as características da vida de Ester. Deste modo, ela alcançou o favor, pois tinha carisma. Diante disto, foi algo natural dela e não sobrenatural. Ou seja, o preletor afirmou que todo líder deve desenvolver também o carisma pessoal. “ A Bíblia diz que Ester era uma mulher carismática. No contexto bíblico, a esposa do rei Assuero foi embora devido a um conflito – ele a mandou embora. E, por fim, ele reuniu muitas mulheres, onda a palavra relatou que a moça que agradasse ao rei seria a próxima rainha.  Você consegue entender que o carisma tem o poder de abrir portas para as pessoas? Pois tem o poder de te conectar com as pessoas. No entanto, Ester não nasceu carismática. Quer dizer, é necessário aprender e desenvolver o carisma em seu trabalho, equipe ministerial e célula. Pois ele faz com que suas palavras entrem no coração das pessoas”, assegurou.

Ainda na palavra, o bispo destacou que o carisma vem por uma decisão pessoal. “ Ester tinha características pessoais que aliadas ao poder de Deus potencializou a vida dela. No segundo ponto, ela tinha simpatia, pois alcançou o favor de todos que estavam a sua volta.  Todavia, você deve fazer sua parte, potencializar o que você  para que o Senhor possa te usar. Quando o rei olhou para Ester viu a beleza interna dela – e ela teve coragem, pois orou, jejuou e chegou diante do rei sem ser chamada. Ela correu risco de morte, mas o rei levantou o cetro para ela, onde fez o pedido que salvou aos judeus. Diante disto, a coragem é obedecer – e depende do ser humano. E, para concluir, a israelita teve sabedoria e se conectou o coração com o rei – e tornou-se rainha”, finalizou.

Fotos Gabriel Souza

Compartilhe:
X
Angelo Rocha Desenvolvimento WordPress