Faça sua doação

Bispo Lucas Cunha alega que o vitimismo é obstáculo para a bênção

Área de Conteúdo

Bispo Lucas Cunha alega que o vitimismo é obstáculo para a bênção

Bispo Lucas Cunha alega que o vitimismo é obstáculo para a bênção

No último culto do ano – “Culto da Fé” – realizado na noite desta terça-feira (29), em Brasília, o Bispo Lucas Cunha pregou sobre vitimização e alertou que a pessoa que se sente derrotada sempre colocará obstáculo para receber a bênção. Com base no livro de “Números 13:33”, o preletor reforçou que uma estrutura emocional doente faz os indivíduos permitirem que as mentiras entrem no coração. “A vítima sempre será uma escrava dos sentimentos e consequentemente será roubada. Na realidade, ela tem dificuldade em lidar com o mundo externo e usa da própria dor para controlar as pessoas. Quer dizer, ela tem todas as oportunidades de cura, mas prefere se colocar na condição de sofredora para obter atenção”.

Ainda na palavra, Cunha alegou que o sentimento do indivíduo que  se auto define “excluído” vem desde a infância. “Não se coloque na posição de coitadinho. Tome uma direção diferente em sua vida e seja forte e capaz. Muitas vezes as pessoas se veem da forma que não são”. Para reforçar o contexto bíblico, Lucas disse que “entre os 12 espias, apenas dois não tiveram medo e foram valentes. Contudo, 10 deles alimentaram o vitimismo.  Em vista disso, não é porque você decide hoje que amanhã vai dar certo. É necessário um caminho a percorrer. Não coloque a culpa de seus problemas nos outros, primeiramente veja quem é você realmente”.

De acordo com o Bispo o tema da palavra prosseguirá. “Pai, que todos os dias, possamos vencer aos ataques no coração e a baralha da mente. Pois queremos aprender mais e mais… A viver o teu chamado. Que toda culpa, medo e mentiras de satanás sejam anulados”.

Compartilhe:
X
Angelo Rocha Desenvolvimento WordPress