QUAL CAMINHO VOCÊ QUER SEGUIR? – Sara Nossa Terra Doe agora

QUAL CAMINHO VOCÊ QUER SEGUIR?

Caminho é maneira de viver, de sentir, é um curso de conduta. Deus quer nos dar um novo caminho. Em Jesus nós temos o caminho de volta, o caminho para o Éden, o caminho para as delícias. Precisamos entender muito claramente a maneira de viver esses dois caminhos. Ou você é uma pessoa que passa por problemas ou você é uma pessoa problemática. A decisão é sua. Há quem diga: “Deus me fez assim.” Mentira. Pare de colocar a culpa em Deus.

Deus nos diz: “Existe o caminho da perdição e o caminho da vida. Qual você escolhe?” Se escolher o caminho da vida, saiba que ele é estreito e irá exigir muita disciplina. A porta é estreita, e se você tiver excesso de bagagem, de ressentimentos, de coisas do passado, não conseguirá passar. Quando seus problemas se repetem por anos e anos, namorado, muda de casamento, muda de cidade e nada acontece, pode ser que o problema não seja seu emprego, seu líder, seu cônjuge, talvez seja você. Então, pare por um momento e diga: “Senhor, se o problema central de tudo o que está me acontecendo, das pessoas não desenvolverem relacionamentos comigo, for eu, revela-me e cura-me”.

Lidar com gente é difícil, é sempre complicado. Principalmente quando a pessoa difícil é você. É muito fácil entrar em artimanhas malignas; o que nos preserva é conhecermos a nós mesmos. É quando eu sei dos meus limites, quando sei separar o que é do outro e o que é meu. Não sofra por algo que não é seu. Às vezes essa maneira que você está lidando com os problemas é maneira que a sua família lhe ensinou a lidar, mas família tem prazo de validade, família não sabe tudo.

Sabedoria não é conhecimento acumulado, mas é a capacidade de reconhecer aquilo que está diante de você, é ter discernimento. Isso é ser uma pessoa sábia. Por isso é que existem pessoas que mal sabem escrever seu nome, mas são um oásis de sabedoria e, na sua simplicidade, falam de coisas que você teve de fazer faculdade para aprender.

Você tem duas opções: Existe o caminho da destruição, da mediocridade, que inibe o seu potencial, que é um atalho, um caminho pelo qual fugimos das nossas responsabilidades e do crescimento. O outro caminho é o da grandeza que libera o nosso potencial, um caminho de crescimento contínuo de dentro para fora. O caminho da mediocridade é o daquela pessoa que se tornou azeda. Ela não era assim, mas as pessoas mudam para melhor ou para pior.

E você, qual escolha fará? Será que vai se tornar uma pessoa amarga, seguir o exemplo do seu pai, da sua mãe, daquela pessoa que por conta da solidão só vê defeito nos outros, não vê beleza em nada? Não adianta dizer que a vida lhe tornou azeda; você se torna uma pessoa azeda pela sua própria decisão. Por isso você é responsável por aquilo que vai se tornar.

Voltar pra igrejas

Faça um comentário

X
Evento Teste